Bem-vindo, !|Sair

Airbus A321neo da Azores Airlines ainda não está certificado

O primeiro avião Airbus A321neo da Azores Airlines, que chegou a Lisboa no passado dia 15 de dezembro, ainda não pode ser utilizado na rede comercial da companhia aérea portuguesa, com sede na Região Autónoma dos Açores, devido a não estar ainda devidamente certificado pela Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC).

A aeronave foi entregue nas instalações da Airbus em Hamburgo/Finkenwerder, na Alemanha. A companhia aérea, que integra o Grupo SATA, nunca anunciou uma data oficial para o baptismo e entrada ao serviço do novo CS-TSF, mas a verdade é que havia a expectativa do avião entrar na rede a meados deste mês de janeiro.

António Portugal, porta-voz do Grupo SATA, disse ao ‘Newsavia’ que a companhia aguarda que se resolvam todas as questões burocráticas, após o que anunciará as datas de batismo e de entrada ao serviço da nova aeronave que irá substituir os Airbus A310 nas rotas dos Açores para os Estados Unidos da América (Boston) e Canadá (Toronto).

O CS-TSF, que está estacionado em Lisboa há 34 dias a aguardar despacho da burocracia portuguesa, é o primeiro de uma encomenda de seis aviões novos A321neo, que serão entregues à companhia açoriana até ao início do próximo ano de 2021. Serão equipados com motores CFM Leap 1A.

A Azores Airlines tornou-se assim na primeira companhia aérea de bandeira portuguesa a integrar na sua frota o A321neo, nomeadamente a versão LR, preparada para travessias mais longas e que irá substituir os aviões Airbus A310-300, já com muitos anos de atividade, que são utilizados nas rotas da companhia açoriana de Portugal para os Estados Unidos da América e Canadá.

 

  • Foto © Rui Guerreiro

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica