Airbus apresenta avião comercial do futuro no ‘Singapore Air Show’ – com vídeo

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A construtora aeronáutica europeia Airbus revelou nesta terça-feira, dia 11 de fevereiro, o MAVERIC, um modelo ou demonstrador tecnológico em escala de “corpo de asa combinada”.

MAVERIC resulta das iniciais da designação em inglês ‘Model Aircraft for Validation and Experimentation of Robust Innovative Controls’ que em tradução livre em português significa ‘Modelo de Aeronave para Validação e Experimentação de Controlos Inovadores Robustos’.

Um comunicado distribuído pela Airbus em Singapura, durante o segundo dia do Salão ‘Singapore Air Show’, refere que o modelo que serve de estudo tem dois metros de comprimento e 3,2 metros de largura, com uma superfície de cerca de 2,25 metros quadrados, e apresenta um design de aeronave disruptivo, com potencial para reduzir o consumo de combustível em até 20% em comparação com as atuais aeronaves de corredor único. A configuração “corpo da asa combinada” também abre novas possibilidades para o tipo e a integração de sistemas de propulsão, além de uma cabina versátil para uma experiência totalmente nova a bordo dos passageiros.

Lançado em 2017, o MAVERIC subiu aos céus em junho de 2019. Desde então, a campanha de testes de voo está em andamento e continuará até o final do segundo trimestre de 2020.

“A Airbus está aproveitando as tecnologias emergentes para ser pioneira no futuro da aviação. Ao testar configurações disruptivas de aeronaves, a Airbus pode avaliar o seu potencial como futuros produtos viáveis ​​”, afirmou Jean-Brice Dumont, vice-presidente executivo de engenharia da Airbus. “Embora não haja um cronograma específico para a entrada em serviço, esse demonstrador tecnológico pode ser fundamental para provocar mudanças nas arquiteturas de aeronaves comerciais, para um futuro ambientalmente sustentável para a indústria da aviação”.

A Airbus informa no comunicado que está a empenhar neste projeto as suas principais forças e capacidades de engenharia e produção, em estreita colaboração com um ecossistema de inovação estendido, para acelerar os ciclos tradicionais de pesquisa e desenvolvimento. Ao fazer isso, “a Airbus consegue obter provas de conceitos, em uma escala e velocidade convincentes, impulsionando a maturidade e aumentando seu valor”, destaca a construtora europeia.

Por meio do ‘AirbusUpNext’, um programa de pesquisa, a Airbus está atualmente trabalhando em vários projetos de demonstração em paralelo: E-FAN X (propulsão híbrida-elétrica), fello’fly (voo de ‘formação’ em forma de V) e ATTOL (descolagem e aterragem de táxis aéreos autónomos).

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal retomou rota direta entre a Venezuela e a ilha da Madeira

– Cerimónia oficial e decoração a preceito na zona...

TAP Air Portugal terá 95 voos semanais para o Brasil no mês de julho

Uma delegação da TAP Air Portugal, liderada pelo seu...

Teste de táxi aéreo elétrico pode definir novo tipo de transporte para peregrinos do Hajj, na Arábia Saudita

Num movimento histórico, a Arábia Saudita conduziu com sucesso...