Alouette-III da Força Aérea de Angola cai em Benguela – Dois mortos

Um helicóptero Alouette-III, com a matrícula H233, da Escola Militar de Aeronáutica do Lobito, no sul de Angola, despenhou-se na manhã desta quarta-feira, dia 22 de setembro, tendo provocado dois mortos e dois feridos graves, noticiou a agência de notícias ‘Angop’.

O desastre ocorreu na região de Capilongo, a 75 quilómetros da cidade de Benguela, por volta das 09h00 locais e os feridos foram transportados para o Hospital Geral de Benguela, por um fazendeiro que estava próximo do local do acidente, após pronta intervenção dos habitantes da zona.

Militares especialistas da Força Aérea Nacional de Angola (FAN), oriundos da Base Aérea da Catumbela e da referida escola de aeronáutica deslocaram-se para a zona do acidente, a fim de recolherem informações e indícios para o relatório militar, resultante das investigações necessárias para determinar as causas da queda do helicóptero, anunciou um comunicado do um comunicado do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas, distribuído em Luanda.

Em 17 de junho de 1995, um outro acidente aéreo registado na província de Benguela vitimou quase toda a equipa de futebol da Maboque, quando a aeronave em que seguiam embateu contra uma montanha. Morreram 48 dos 59 ocupantes da aeronave.

A Força Aérea Nacional (FAN) de Angola tem ao seu serviço diversos helicópteros Alouette-III, de fabrico francês, nomeadamente para instrução e transporte de comandos militares. Este tipo de aparelho é semelhante aos que eram usados pela Força Aérea Portuguesa (FAP) desde 1968. Despediram-se da FAP em junho de 2020, depois de cerca de 300.000 horas de voo ao serviço das Forças Armadas Portuguesas.

 

  • Foto © David Gaspar

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica