Angola interdita entrada de passageiros do Brasil e da Índia até 8 de junho

O Governo da República de Angola decidiu interditar, temporariamente, a entrada no país de estrangeiros não residentes provenientes do Brasil e Índia, determinando “quarentena institucional obrigatória” aos nacionais e estrangeiros residentes oriundos de ambos dos países, devido à covid-19.

A medida, que consta do novo decreto presidencial sobre a situação de calamidade pública no país. Segundo o diploma legal, que entrou em vigor nesta segunda-feira, dia 10 de maio, com validade 8 de junho, a interdição temporária é aplicável também a quem tenha feito trânsito em qualquer um dos dois países.

“A quarentena institucional é sujeita à comparticipação”, lê-se no documento.

O reforço das medidas decorre do “aumento acelerado de casos positivos, aumento de mortes por covid-19 e o registo de novas variantes” no país, nomeadamente a sul africana e inglesa, explicam as autoridades angolanas.

O “alto nível de contágio das novas variantes e a respetiva alta letalidade” são outros dos motivos do reforço das medidas.

Todas as 18 províncias angolanas já notificaram casos positivos da covid-19, mas Luanda é a única província que regista a circulação comunitária das estirpes inglesa e sul-africana, anunciaram as autoridades.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica