Bem-vindo, !|Sair

Angolanas TAAG e Heli Malongo podem voar na Europa sem restrições

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola e a Heli Malongo foram retiradas da ‘lista negra’ da aviação comercial da União Europeia, segundo a ultima atualização da listagem, divulgada nesta terça-feira, dia 16 de abril, pela Comissão Europeia. As duas companhias poderão a partir de agora voar sem restrições no espaço aéreo europeu e utilizar aeroportos na Europa sem restrições.

Ao atualizar a ‘lista negra’ de companhias aéreas impedidas de sobrevoar território comunitário por motivos de segurança, a Comissão indica em comunicado que “há notícias positivas para Angola, uma vez que a sua companhia nacional TAAG Angola Airlines, assim como a Heli Malongo, que operavam com restrições desde novembro de 2008, foram retiradas da lista”.

A decisão foi tomada com base na opinião unânime emitida pelos peritos de segurança dos Estados-membros que se reuniram entre os dias 2 e 4 de abril em sede do Comité de Segurança Aérea, presidido pela Comissão Europeia com o apoio da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (AESA), precisa o executivo comunitário.

A lista tem agora 120 companhias aéreas interditas de voar sobre território da União Europeia, tendo-se verificado a entrada de várias companhias da República da Moldávia, à exceção da Air Moldova, Fly One e Aerotranscargo.

No conjunto a lista comporta a partir de agora 114 companhias de 16 estados, cujos organismos de regulação aeronáutica não têm competências reconhecidas para a acreditação das companhias, segundo os padrões definidos pela União Europeia. Entre esses países estão dois que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): São Tomé e Príncipe, com duas companhias – a STP Airways e a Africa’s Connection – e a Guiné Equatorial com a CEIBA e a Albatros.

Angola ainda mantém sete companhias vetadas na Europa por inconformidades operacionais que afetam a sua segurança e dos seus passageiros: Aerojet, Air Gicango, Air Jet, Bestflya Aircraft Management, Heliang, SJL e Sonair.

Além das 114 companhias atrás referidas há ainda mais seis companhias que têm alguns aviões das suas frotas interditos no espaço europeu: Afrijet (Gabão), Air Koryo (República Popular Democrática da Coreia, vulgarmente designada por Coreia do Norte), Air Service Comores (Ilhas Comores, no Oceano Índico) e Iran Air (República Islâmica do Irão).

 

  • Foto © Khristopher Bull/Airplanes Pictures

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica