Bem-vindo, !|Sair

Avião C-130 da FAP resgata portugueses atingidos pelo furacão ‘Irma’


 

Um avião C-130 da Força Aérea Portuguesa (FAP) saiu nesta segunda-feira, dia 11 de setembro, de Lisboa com destino a Belém do Pará, no Brasil, para retirar portugueses das ilhas de Saint-Barthelémy e Saint-Martin, disse à ‘Lusa’ o porta-voz e chefe das relações públicas da FAP.

Segundo Manuel Costa, o voo saiu pelas 14h45 de Lisboa em direção à Base Aérea do Montijo e em seguida para Cabo Verde. Depois de uma paragem em Cabo Verde, o C-130 voa para a Base Aérea de Belém do Pará, no norte do Brasil.

Daí, segundo o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, aguardará que os portugueses que saíram das ilhas atingidas pelo furacão ‘Irma’, na semana passada, cheguem de barco à ilha de Guadalupe. E será nesta ilha das Caraíbas que a aeronave irá resgatar os portugueses. Regressará a Portugal pela mesma rota.

O voo, que está ao cargo da Esquadra 501 da Força Aérea Portuguesa, tem uma duração de 13 horas.

Apoio da FAP a aeronaves e tripulações estrangeiras na Base das Lajes (Açores)

No âmbito da missão de apoio humanitário às vitimas do furacão ‘Irma’, a Força Aérea Portuguesa encontra-se, através dos seus recursos materiais e humanos, a apoiar as tripulações que se dirigem para as zonas devastadas.

Várias são as frentes nacionais e internacionais envolvidas na assistência logística, alimentar e psicológica às populações, vítimas de uma das maiores tempestades geradas no Oceano Atlântico.

A Base Aérea Nº4 (BA4), na Ilha Terceira, arquipélago dos Açores, atendendo à sua posição geográfica e estratégica, está, através da equipa do seu centro de operações, a receber as aeronaves e tripulações que tem utilizado esta infra-estrutura militar para reabastecimento de aeronaves e descanso de tripulações.

 

Desde o dia 8 de setembro que já passaram pela BA4 várias aeronaves de transporte e tripulações ligadas ao apoio humanitário, com destaque para dois C-17, um deles ao serviço da NATO e outro da Royal Air Force (RAF), bem como um Airbus A400M do Reino Unido.

Este movimento de aeronaves de apoio humanitário às vítimas do furacão ‘Irma’ está previsto prolongar-se até terça-feira, dia 12 de Setembro, refere uma informação distribuída pela FAP.

 
Faça parte da nossa comunidade - Descarrega já a app NewsAvia

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica