Avião cargueiro LM-100J da Lockheed Martin faz voo inaugural

banner-newsavia-app-android-750x65O primeiro protótipo do avião de carga comercial da Lockheed Martin, o LM-100J, concluiu com sucesso, no dia 25 de maio, o seu primeiro voo, anunciou a construtora.

O novo avião cargueiro L-100J (ou L-382) seguiu a rota Norte da Geórgia e do Alabama, a mesma utilizada para testes de voo de todos os aviões de transporte logístico militar C-130J Super Hercules, do qual este denominado LM-100J é a versão civil.

A aeronave vai concluir os testes em voo de produção inicial e, em seguida iniciar os requisitos de testes de voo para a certificação de tipo da Administração Federal da Aviação (FAA) dos Estados Unidos da América, segundo um comunicado de imprensa da Lockheed Martin.

“Este novo modelo irá desempenhar muitas missões comerciais nas próximas décadas, como o serviço humanitário após desastres naturais e outros como resposta a acidentes nucleares, contenção de derramamento de óleo e combate a incêndios. O novo aparelho também permitirá o desenvolvimento de áreas remotas do planeta, nomeadamente campos de exploração mineira, de petróleo e de gás”, referiu Wayne Roberts, piloto de testes da Lockheed Martin, que comandou o LM-100J no voo inaugural.

Entre 1964 e 1992, a Lockheed Martin produziu 114 aeronaves L-100 Hercules, a primeira versão do ‘C-130 Hercules’ destinada ao mercado civil. No entanto, em 2014 o programa do Super Hercules civil sofreu uma atualização no design, com o primeiro modelo a ser construído em abril de 2016.

Depois de varias inovações, o LM-100J vai funcionar como um cargueiro comercial multifunções, capaz de realizar transportes rápidos e eficientes. Este avião é a solução para o transporte aéreo ideal para entrega de cargas a granel e de grandes dimensões, particularmente em locais de difícil acesso, em todo mundo.

 

A companhia brasileira Bravo Carga, uma subsidiária da Bravo Industries, conglomerado empresarial americano com sede no Estado da Virgínia (EUA), será uma das primeiras operadoras do novo modelo, tendo encomendado 10 unidades.

Outro grupo de transporte de carga aérea que já manifestou interesse no novo avião é o ASL Aviation, da Irlanda, dono das companhias Europe Airpost (França) e da Safair, registada na República da África do Sul, e com grande atividade na África Austral. Esta última foi uma das maiores operadoras da primeira versão civil dos C-130 Hercules, na variante L-100 (L-382), alguns dos quais alugados a organizações internacionais, no âmbito das Nações Unidas, e humanitárias, em serviço no continente africano.


“Como

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica