Avião da Sevenair assegura ligações entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Sevenair, companhia aérea portuguesa especializada em voos regionais, assinou um contrato de wet-lease com a STP Airways, companhia aérea de bandeira da República de São Tomé e Príncipe, para prestação de voos regulares entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe.

Esta operação terá início já na próxima quarta-feira, dia 4 de maio, estendendo-se, pelo menos, até agosto, refere um comunicado distribuído nesta segunda-feira, dia 2 de maio, em Lisboa, pela companhia portuguesa.

Será utilizada uma aeronave bimotor  BAe Jetstream 32, com capacidade para 19 passageiros, que realizará duas viagens diárias ligando as ilhas do arquipélago, uma pela manhã e outra ao final da tarde, permitindo também que os viajantes possam ir e regressar no mesmo dia, sem necessidade de pernoita.

Além das tripulações da Sevenair afectas à operação, foram também mobilizados para São Tomé e Príncipe técnicos da ‘Sevenair Maintenance’, empresa de manutenção do grupo, que assegurará a manutenção de linha no local.

Os voos entre as duas ilhas, da responsabilidade da STP Airways, eram assegurados até final de fevereiro passado por um avião de uma companhia ucraniana, também em wet lease. Acontece que com a eclosão da guerra na Ucrânia, a aeronave perdeu a certificação e teve de parar. Foi substituído temporariamente por um aparelho ATR 72-600 da BestFly Angola, que tem assegurado esse serviço.

A partir da próxima quarta-feira, dia 4 de maio, a STP Airways, garante 38 lugares diários em cada um dos percursos inter-ilhas, que serão assegurados por duas viagens de ida e volta do Jetstream da Sevenair.

 

  • Foto de abertura © Artur Neves

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Maioria parlamentar chumba comissão de inquérito à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal

Os partidos PSD, CDS e PS manifestaram-se nesta terça-feira,...

Bestfly decide suspender toda a operação da TICV na República de Cabo Verde

 A companhia Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) foi...

Base Aérea das Lajes não pode ser “uma base adormecida”, alerta governante dos Açores

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima,...