Avião de instrução da Força Aérea cai em Maputo – Dois mortos

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um avião de instrução da Força Aérea de Moçambique despenhou-se na manhã desta terça-feira, dia 11 de janeiro, nos arredores da Base Aérea de Mavalane, na cidade de Maputo, capital do país, tendo morrido os dois ocupantes da aeronave, um oficial e um sargento.

O aparelho, um monomotor turboélice Aerostar R40S Festival, matrícula FAM-256, caiu sobre uma residência na localidade de o Bairro do Aeroporto, depois de, supostamente, ter embatido “em cabos eléctricos de alta tensão”. O avião incendiou-se e ficou totalmente destruído, assim como a residência.

O Ministério da Defesa Nacional confirmou em comunicado oficial distribuído em Maputo que a aeronave sinistrada era de instrução e pertencia à frota da Escola Prática de Aviação. Confirmou também a morte dos dois tripulantes, ambos membros das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM). O jornal ‘O País’ que se publica em Maputo, revelou na sua edição online que as paredes da casa atingida pelo avião, desabaram depois sobre o aparelho, não permitindo que os populares que acorreram ao local retirassem os tripulantes do seu interior.

O documento governamental acrescenta que as FADM destacaram uma equipa para remover os corpos para a morgue do Hospital Central de Maputo, tendo igualmente, “criado uma equipa multissectorial para apurar as reais causas do sinistro”.

Este foi o segundo acidente grave com aparelhos de instrução das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, no espaço de apenas oito meses, na cidade de Maputo. O outro foi no dia 28 de maio de 2021, com um avião semelhante, registo FAM-255, que também se despenhou nos arredores do bairro Hulene A com dois tripulantes a bordo, que, felizmente, escaparam com vida (LINK notícia relacionada).

A Escola Prática de Aviação tinha dois aviões de instrução Aerostar R40S Festival, uma aeronave bimotor ultraligeira fabricada na Roménia, certificada a nível internacional, e muito utilizada em voos de instrução. Ambos foram destruídos em acidentes.

 

  • Notícia em desenvolvimento – 17h00 UTC
  • Foto de abertura © Jornal ‘O País’/Moçambique

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...