B737-800 fica preso em ravina após aterragem na Turquia – Salvaram-se todos os 168 ocupantes

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Absant Training - Junta-te a Nós, Inscrições AbertasUm Boeing 737-800 da companhia turca Pegasus Airlines despenhou-se num ravina sobre o Mar Negro, após uma aterragem mal sucedida no Aeroporto de Trabzon, no norte da Turquia, no sábado, dia 13 de janeiro, pelas 23h25 locais (20h25 UTC). A bordo seguiam 168 pessoas que saíram ilesas, tendo sido todas salvas pelos bombeiros e socorristas aeroportuários que ocorreram imediatamente ao local.

As fotografias divulgadas na manhã deste domingo, obtidas com luz solar, mostram, na verdade, a espetacularidade que envolveu este incidente, e o real perigo porque todos passaram. O despiste da aeronave ocorreu já no final da pista, tendo saído pela esquerda para a ravina, onde se imobilizou num terreno bastante inclinado de terra molhada. As primeiras informações dizem que tinha estado a chover antes e que no momento do pouso da aeronave (matrícula TC-CPF, recebida nova na empresa em 2012) o piso teria gelo devido à baixa temperatura, admitindo-se que zonas de terra laterais da pista pudessem estar geladas. Por outro lado, fontes aeroportuárias não identificadas, citadas pela imprensa turca, na manhã deste domingo, dia 14 de janeiro, dizem que o avião na parte final da aterragem, e já com o trem pousado, circulava a uma velocidade de cerca de 200 quilómetros/hora, considerada excessiva para o momento da manobra.

O B737-800 da Pegasus saiu para a esquerda, quase no final da pista de cerca de 2.600 metros de extensão, precisamente para o lado do mar, ficando preso numa ravina de lama apontado para a água. O motor da asa direita desprendeu-se da asa do aparelho e imobilizou-se meio submerso no mar.

Estes são os factos conhecidos. O resto compete à comissão de inquérito que irá, naturalmente, analisar o que se terá passado na noite deste sábado, no Aeroporto de Trabzon, cujo movimento está suspenso. As autoridades pretendem retirar o avião da Pegasus da posição em que se encontra, antes de declarar o aeroporto reaberto. Fontes aeroportuárias disseram que o Aeroporto de Trabzon reabriu durante a tarde deste domingo, não tendo sido confirmado se o avião foi retirado ou não do local onde se imobilizara após o despiste.

Uma nota da Pegasus Airlines publicada na manhã deste domingo, nas contas das redes sociais da companhia, confirma e lamenta o incidente ocorrido na noite de sábado, dia 13 de janeiro, em Trabzon, e indica que não há feridos entre os 162 passageiros, dois pilotos e quatro assistentes de cabina que seguiam a bordo e que foram desembarcados ilesos pelos serviços de socorro do aeroporto. Alguns sites informativos turcos indicam que 11 passageiros receberam tratamento hospitalar a ferimentos menores, o que de qualquer maneira, não afeta o sucesso da operação de resgate e salvamento dos 168 ocupantes da aeronave sinistrada, que era procedente de Ankara, capital política da Turquia.

 

  • Notícia atualizada às 20h00 UTC de domingo, dia 14 de janeiro.

 

  • Este vídeo, colocado no canal YouTube, mostra a situação do aeroporto e a posição em que ficou o avião da Pegasus Airlines, após o despiste no final da pista do Aeroporto de Trabzon, uma cidade do norte da Turquia banhada pelo Mar Negro:

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo Português envia avião da TAP com ajuda humanitária para o Rio Grande do Sul

O Governo português vai enviar, na próxima terça-feira, dia...

GOL e AZUL anunciam acordo de ‘codeshare’ que vigorará a partir do final de junho

As companhias aéreas brasileiras GOL e Azul anunciam nesta...

SATA Air Açores transportou doentes do Hospital de Ponta Delgada que estavam na Madeira

A SATA Air Açores realizou nesta quarta-feira, dia 22...