Boeing 787-8 da Avianca diverge para a ilha de Santa Maria (Açores) com avaria num motor

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um avião Boeing 787-8 da Avianca que fazia o voo AV11 entre Madrid (Espanha) e Bogotá (Colômbia), com 235 pessoas a bordo, aterrou nesta quinta-feira, dia 30 de novembro, no aeroporto da ilha de Santa Maria, no arquipélago português dos Açores, devido a uma “falha técnica”, confirmou a companhia aérea.

“O voo AV11 Madrid-Bogotá, operado pela aeronave 787 com matrícula N780AV, foi desviado para o aeroporto de Santa Maria, localizado nos Açores (Portugal), após a apresentação de indicação técnica”, detalhou a empresa, em comunicado colocado nas redes sociais.

Na mesma nota, a Avianca acrescentou que o avião “aterrou às 20h11 locais, (21h11 UTC) com os seus 235 passageiros e tripulantes sem incidentes”.

Antes da aterragem o avião, que divergiu devido a um problema num motor, esteve vários minutos a sobrevoar o Oceano Atlântico, a sul da ilha de Santa Maria, para queimar combustível, de forma a aliviar o peso do aparelho e permitir a chegada a terra em maior segurança.

A Avianca anunciou que fará uma “operação adicional”, sendo previsível que outro avião da empresa se desloque nesta sexta-feira, dia 1 de dezembro, aos Açores, para resgatar os passageiros do voo que ligava as capitais de Espanha e da Colômbia. Uma equipa de técnicos deverá deslocar-se para a ilha açoriana, onde inspecionará a aeronave e procurará colmatar a avaria sofrida num dos motores.

Passageiros já chegaram a Bogotá num outro Boeing 787 da Avianca

Entretanto, nesta sexta-feira, dia 1 de dezembro, um outro avião Boeing 787-8 da Avianca (matrícula N786AV) que se encontrava estacionado no Aeroporto de Madrid Barajas, em Espanha, foi deslocado para a ilha de Santa Maria, onde aterrou pelas 08h45 locais, para resgatar os passageiros que tinham ficado retidos na ilha portuguesa. Partiu pelas 11h43 locais com destino ao Aeroporto Internacional El Dorado, em Bogotá, onde aterrou pelas 15h15 locais.

A Avianca informou que os passageiros, durante a sua permanência na ilha de Santa Maria, foram assistidos pela companhia aérea, tendo recebido assistência em alojamento e alimentação, apenas da pouca capacidade hoteleira da ilha.

Não obstante o incidente, que não afetou a segurança do voo, nem dos passageiros, a companhia aérea cumpriu, conforme prometera após ter sido noticiada a avaria no motor do avião que divergiu para a ilha de Santa Maria, no arquipélago português dos Açores, em pleno Oceano Atlântico.

  • Na imagem de abertura vemos o Boeing 787-8 da Avianca após a aterragem de emergência no Aeroporto de Santa Maria. Foto © Asas dos Açores

NOTÍCIA atualizada às 23h30 UTC

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Colisão de aviões (Dash 8-300 com Cessna 172) em pleno voo no Quénia provoca dois mortos

Uma colisão entre dois aviões, um turboélice de passageiros...

American encomenda 260 aviões à Airbus, Boeing e Embraer com mais 193 opções de compra

A American Airlines anunciou nesta segunda-feira, dia 4 de...

Portway e SINTAC assinam acordo de empresa

A Portway Handling de Portugal assinou com o SINTAC...

Portugueses viajam mais e escolhem a Madeira e Cabo Verde para as férias da Páscoa

Os portugueses estão a comprar mais viagens neste início...