Bem-vindo, !|Sair

Boeing faz ‘roll-out’ discreto do 737 MAX 8

A Boeing fez nesta terça-feira, dia 8 de dezembro, o roll-out do seu primeiro 737 MAX 8, mas sem o destaque que acompanhou anteriores lançamentos, como o do 787 Dreamliner, mesmo sabendo que o sucesso do construtor está intimamente ligado ao futuro deste novo avião. O lançamento do Dreamliner, em 2007, atraiu 15.000 convidados, transmissão de vídeo para 40 países, uma banda a tocar ao vivo e Tom Brokaw como mestre de cerimónia. O 737 MAX foi acolhido por empregados e uma mão cheia de clientes que contribuíram para colocar ordens de compra para cerca de 3.000 aviões antes da primeira entrega, no terceiro trimestre de 2017, à Southwest Airlines.

737MAX; 737MAX-8; 737MAX Rollout; Renton Factory; Crowds around plane ; K66476-17; 2015-12-08

Trabalhadores da linha de montagem da Boeing, em Renton. rodeiam o novo B737 MAX 8 após o roll out do aparelho.

A falta de uma atmosfera de festa para celebrar o primeiro 737 MAX completo, na terça-feira, sublinha a necessidade da Boeing prometer menos e entregar mais. Os investidores mantêm a suspeita de que o enorme backlog de jactos comerciais depende fortemente de companhias aéreas em mercados emergentes e de que os mais recentes programas de aviões foram afectados por problemas. O completamente novo 787 deveria ter voado dois meses depois do seu roll-out, mas os problemas de desenho e produção atrasaram-nos três anos e, a par de problemas com uma versão renovada do Jumbo 747 e de um avião tanque de reabastecimento baseado no jacto comercial 767, representou milhares de milhões de dólares em custos.

737MAX; 737MAX Rollout; Renton Factory; View from Left side; LEAP Engine; Evening; K66476-3; _JRA0983; 2015-12-08

O primeiro Boeing 737 MAX 8 tem motores CFM/LEAP.

A Boeing e os seus accionistas não podem arriscar que o 737 MAX se envolva em problemas da mesma forma. Após deixar cair o plano para construir um avião totalmente novo, que não deverá chegar antes de 2020, optou por renovar pela terceira vez o cavalo de batalha da frota global de aviões, acrescentando novos motores mais eficientes em consumo de combustível e outros upgrades para melhorar a eficiência de consumos em 14% sobre os outros jatos existentes no mercado. Este avião de corredor único está em produção desde 1966 e é o maior contribuinte para os lucros e para o cash-flow da Boeing, com o construtor a planear produzir mais de 700 aparelhos por ano até ao fim da década em linhas de montagem mais automatizadas na sua fábrica de Renton, perto de Seattle, no Estado de Washington. Esta a grande aposta da Boeing que levou a fábrica norte-americana a batizar o primeiro B737 MAX 8 com o nome ‘Spirit of Renton’.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica