Bem-vindo, !|Sair

Boeing já recebeu duas mil encomendas da nova versão B737 MAX

A Boeing assinalou hoje uma conquista histórica no programa do modelo 737 MAX – a construtora ultrapassou a marca das duas mil encomendas para esta nova aeronave de corredor único.

Com a recepção de 30 encomendas esta semana, efectuadas por clientes de identidade não revelada, o modelo 737 MAX atinge um total de 2.010 encomendas, realizadas por 39 clientes a nível mundial, avaliadas a preço de tabela em 209 mil milhões de dólares norte-americanos. Além disso, o programa 737 MAX possui compromissos para mais de 250 aeronaves adicionais.

O 737 MAX chegou à marca das 2.000 encomendas em muito menos tempo do que qualquer outra aeronave na história da Boeing. Essa procura inédita é alimentada pelo crescimento no tráfego aéreo, e pela necessidade de aeronaves de maior eficiência energética.

“Duas mil encomendas, nesta ocasião do programa, é uma conquista excepcional”, diz Keith Leverkuhn, vice-presidente e director-geral da Boeing Aviação Comercial para o Programa 737 MAX. “Desde a primeira encomenda, o 737 MAX recebeu mais de 50% das novas encomendas em comparação ao seu concorrente directo, provando o valor que esta aeronave oferece aos nossos clientes.”

Uma ampla base de clientes de elite optou pela eficiência energética superior do 737 MAX e pela economia operacional e design interior avançado dessa aeronave para suas frotas de corredor único.

“O 737 MAX terá uma eficiência energética 14% superior à dos 737s Next-Generation mais eficientes hoje, e 20% superior à dos 737s Next-Generation originais quando estes começaram a operar. A eficiência energética do 737 supera a do modelo A320 hoje e superará a do A320neo amanhã”, refere um comunicado de imprensa distribuído hoje pela Boeing. “As companhias aéreas que operarem o 737 MAX verão que a aeronave oferece uma vantagem de 8% no custo operacional por assento em relação ao A320neo”, acrescenta o documento.

Caminhando para ter sua montagem final iniciada em meados de 2015, o 737 MAX voará em 2016 e será entregue à Southwest Airlines, cliente que o lançará no mercado, no terceiro trimestre de 2017.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica