C-295M da FAP aterra com trens recolhidos na ilha do Porto Santo – Não há feridos

Um avião Airbus C-295M da Força Aérea Portuguesa (FAP), que fazia uma viagem entre os aeroportos da Madeira e do Porto Santo, aterrou sem trens na tarde desta quinta-feira, dia 10 de junho, na ilha do Porto Santo, no arquipélago da Madeira. Todos os tripulantes saíram ilesos do incidente.

Segundo fontes aeroportuárias os trens de aterragem bloquearam, pelo que restou aos pilotos a alternativa de se prepararem para uma ‘aterragem de barriga’, para o que foram tomadas todas as medidas de precaução, nomeadamente o posicionamento de meios de socorro em terra.

Tudo correu bem, a manobra foi perfeita adentro dos condicionamentos verificados, e a aeronave ficou imobilizada na pista de aterragem próximo da entrada para a placa de estacionamento e da torre de controlo do aeroporto. Há, naturalmente, prejuízos materiais no aparelho, que serão avaliados pela FAP. Na tarde desta quinta-feira deverá chegar ao Porto Santo um outro avião C-295M da FAP que substituirá a aeronave avariada e transportará para a ilha pessoal habilitado para lidar com as avarias sofridas pelo avião.

Não há feridos entre os ocupantes do C295M, número de registo 16702, que antes realizou um serviço de transporte de um doente do Porto Santo para a Madeira. Infelizmente o paciente, um homem de 83 anos, sofrendo de doença cardíaca, faleceu a bordo da aeronave da FAP, durante o trajeto para a ilha principal da Região Autónoma da Madeira. Em terra, após o desembarque, os bombeiros tentaram, sem sucesso, reanimar o doente, segundo noticiou o ‘Diário de Notícias’ da Madeira.

O Airbus C295M da Esquadra 502 (‘Elefantes’) da FAP está ao serviço do Destacamento Aéreo da Madeira (DAM), criado em 1977, e localizado na ilha do Porto Santo (Aeródromo de Manobra nº 3). A dotação do DAM inclui ainda um helicóptero EH-101 Merlin, que desde há algumas semanas não está presente, devido a restrições de tripulações e atrasos na manutenção das aeronaves da FAP, segundo tem relatado a imprensa regional. Assunto que já tem sido criticado, também, pelas forças políticas da Região Autónoma.

Por coincidência nesta quinta-feira, dia 10 de junho, a ilha da Madeira foi palco das celebrações oficiais do ‘Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas’.

Uma esquadrilha de aviões F-16 da FAP encontra-se estacionada, desde terça-feira passada, na ilha do Porto Santo, tendo participado no desfile militar que integrou o programa das comemorações, na cidade do Funchal. São cinco aviões que na tarde desta quinta-feira ainda se encontravam estacionados no Porto Santo.

A Força Aérea Portuguesa confirmou o incidente. Através de um comunicado enviado, durante a tarde, às redações dos meios de comunicação social, a FAP informa que uma aeronave C-295M, destacada no Aeródromo de Manobra nº 3, no Porto Santo, “após realizar uma missão de evacuação aeromédica para o Funchal, no regresso ao Aeroporto do Porto Santo teve problemas durante a aterragem e sofreu danos estruturais que provocaram a sua imobilização na pista”. Do incidente, a FAP confirma que “não resultaram danos pessoais” e que os “tripulantes saíram ilesos”.

 

  • Notícia atualizada às 18h20. Mais informações sobre esta ocorrência neste LINK.
  • As imagens que publicamos foram reproduzidas da estação televisiva TVI. Foram cedidas por Pedro Menezes (©)

 

1 Comments

  1. Avatar

    incidente ou acidente?

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica