Cabo Verde e Airways Aviation juntam-se para formar quadros para a aviação

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A empresa internacional de formação de pilotos e técnicos para a aviação Airways Aviation vai disponibilizar oferta educativa no domínio da Aeronáutica com a Universidade Técnica do Atlântico (UTA), no âmbito da criação do Instituto de Aeronáutica e Turismo, na ilha do Sal, na República de Cabo Verde.

A assinatura do memorando teve lugar nesta quarta-feira, dia 3 de maio, na ilha do Sal, na sequência de um convite feito pelo ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, ao presidente executivo (CEO) da Airways Aviation, Hawatt Romy, para uma visita de dois dias a Cabo Verde com o propósito de conhecer o País e discutir com as autoridades nacionais uma eventual parceria entre as duas instituições.

Segundo o reitor da UTA, João do Monte Duarte, trata-se de um primeiro passo para a implementação de diferentes níveis de cursos ligados à aeronáutica, uma vez que a ilha do Sal vai contar com o Instituto de Aeronáutica e Turismo, a ser instalado no antigo Hotel Atlântico, nos Espargos.

“A assinatura deste memorando vai-nos permitir trabalhar protocolos específicos para implementar, na prática, o Instituto de Aeronáutica e Turismo no Sal. A reunião de hoje [quarta-feira] esteve focalizada mais na parte da aeronáutica, mas a Airways Aviation pode ser um parceiro estratégico, muito importante, para a implementação de projetos, tendo em conta a sua experiência”, referiu João do Monte Duarte, que, adiante, informou, que o arranque dos primeiros cursos está previsto para março de 2024.

Por sua vez, Hawatt Romy, explicou que Airways Aviation, é um grupo de formação presente em nove países, e estrategicamente, África faz parte do seu plano de crescimento nos próximos cinco anos.

“Estamos no Senegal, Marrocos, e Cabo Verde faz parte essencial desta nossa estratégia de expansão. Portanto, assinamos hoje o memorando de entendimento com o Governo através do Ministério do Turismo e Transportes e com a Universidade do Atlântico, com vista a desenvolvermos um projeto de educação e formação, no âmbito da aviação, aqui no Sal”, explicou.

O CEO da Airways Aviation acrescentou que esta parceria poderá, eventualmente, trazer outro tipo de investimentos para Cabo Verde, paralelos à aviação, que possam desenvolver uma infra-estrutura de economia circular à volta deste projeto.

Além da assinatura do memorando de entendimento entre a UTA e a Airways Aviation, um outro documento foi, igualmente, rubricado, também com o Ministério do Turismo e a Airways Aviation.

A UTA é uma universidade pública/estatal criada pelo Governo de Cabo Verde com o objetivo de formar profissionais “altamente qualificados” e promover investigação aplicada e a cooperação científica internacional em áreas fundamentais para o desenvolvimento de Cabo Verde, como a economia azul, verde e digital, bem como a aeronáutica, o turismo e as artes.

O ministro do Turismo e Transportes da República de Cabo Verde, Carlos Santos, esteve presente na cerimónia.

O português Alexandre Alves (ex-Sevenair) que integra a Comissão Executiva do Grupo Airways Aviation desde janeiro deste ano, também esteve presente nestas negociações que decorreram em Cabo Verde. Trata-se de um país africano de língua portuguesa que conhece bem, e com o qual, em anteriores posições, já interveio em alguns negócios relacionados com a aviação. Alexandre Alves integra a equipa de gestão global do grupo com uma dupla função de diretor executivo de Operações (COO) e diretor executivo Comercial (CCO), a partir de 23 de Janeiro (LINK notícia relacionada).

Num comunicado distribuído nesta sexta-feira, dia 5 de maio, o Grupo Airways Aviation/ESMA Aviation Academy refere que a delegação que se deslocou a Cabo Verde, liderada pelo fundador e CEO da empresa, Hawatt Romy, teve diversas reuniões com parceiros do sector da aviação, nomeadamente com elementos do governo, nas pessoas dos ministros da Defesa, Janine Lelis; do Turismo e Transportes, Carlos Santos; e da Educação, Amadeu Cruz e respectivas equipas; com a CEO dos TACV – Cabo Verde Airlines, Sara Pires;  com o Reitor da Universidade Técnica do Atlântico, João do Monte Duarte; com a administração da ASA, liderada pelo seu presidente, Jorge Benchimol Duarte; e com a administração da AAC.

“Esta bem sucedida visita culminará a breve trecho com a abertura de uma academia aeronáutica em Cabo Verde que pretende oferecer ao mercado nacional e regional todas as valências formativas da Airways Aviation, desde ground handling a técnicos de manutenção, de tripulante de cabine a pilotos e até a cursos com uma dupla qualificação aeronáutica e de licenciatura”, destaca o comunicado.

A expansão em Africa e estratégica para o Grupo Airways Aviation, tendo iniciado em janeiro passado com a abertura de uma operação no Senegal, com Marrocos terá início nos próximos meses e agora também com Cabo Verde.

“Consideramos Cabo Verde como um ponto essencial nesta estratégia do grupo, já que este país representa para nós muito mais do que o seu reduzido mercado interno possa mostrar à primeira vista, considera Alexandre Alves, diretor-geral executivo de Operações (COO) e para o sector comercial (CCO).

Pretendemos ser parceiros de todos os stakeholders privados e públicos, civis e militares, de forma a oferecer soluções de formação que garantam uma possibilidade de futuro para os jovens do arquipélago, colocando em uso a nossa experiência de mais de 35 anos e a nossa vasta rede que trabalha de forma coordenada, destaca o português que assume desde janeiro deste ano todo o projecto de expansão global do grupo Airways Aviation. “Acreditamos que teremos os primeiros cursos serão lançados na Praia, São Vicente e Sal dentro dos próximos dois meses”, acrescenta Alexandre Alves.

 

  • Este texto é baseado em informações da agência cabo-verdiana de notícias ‘Inforpress’ e da Televisão de Cabo Verde (TCV), completadas com um comunicado do grupo ‘Airways Aviation. Notícia atualizada a 05 de maio de 2023.
  • Na imagem de abertura vemos da esquerda para a direita: Hawatt Romy, fundador e CEO da Airways Aviation; Carlos Santos, ministro do Turismo e Transportes; e João do Monte Duarte, reitor da UTA – Universidade Técnica do Atlântico.
  • Fotos © Governo da República de Cabo Verde.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...