Cabo Verde passa a “área de risco básico” para a Alemanha

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Governo alemão baixou a classificação de covid-19 para a República de Cabo Verde, deixando de ser uma área de alta incidência e passando a risco básico, mantendo obrigação de quarentena no regressa à Alemanha, que pode ser levantada com vacinação.

Segundo informação do Governo alemão consultada nesta quarta-feira, dia 23 de junho, pela agência portuguesa de notícias ‘Lusa’, Cabo Verde deixou de integrar o grupo de países considerados de alto risco devido à prevalência da covid-19, descendo para a classificação de áreas de risco básico (ambas com obrigação de registo à entrada e quarentena domiciliar de dez dias), numa escala que prevê ainda a classificação de países pela presença de variantes de preocupação (quarentena de 14 dias).

Contudo, o Governo alemão prevê que os viajantes oriundos de áreas de risco básico possam terminar a quarentena prematuramente submetendo um teste negativo à covid-19, prova de recuperação da doença ou um certificado válido de vacinação com uma das vacinas reconhecidas pelas autoridades europeias.

Cabo Verde integrou a lista de áreas de alta incidência de covid-19 do Governo alemão de 25 de abril de 2021 a 19 de junho.

“Esta decisão vai permitir reforçar a intenção do grupo TUI [alemão, maior operador turístico internacional] em organizar melhor e responder à grande demanda de pessoas, especialmente turistas alemães que querem viajar para o destino Cabo Verde, sem a necessidade de cumprir quarenta”, afirmou a propósito o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva.

Recordando que na prática será apenas exigido aos turistas alemães no regresso de Cabo Verde um resultado de teste negativo da covid-19 ou prova de vacinação, o primeiro-ministro afirmou tratar-se de “um incentivo”.

“Para que outros países possam seguir a mesma análise, tanto pela atual taxa de incidência a nível nacional, com tendência para diminuição, como pelo programa de vacinação em curso com balanço bastante positivo”, disse.

O turismo representa cerca de 25% do Produto Interno Bruto de Cabo Verde, mas devido às restrições provocadas pela pandemia de covid-19 o setor encontra-se praticamente parado desde março de 2020, provocando uma crise económica no arquipélago.

A taxa de incidência acumulada de covid-19 em Cabo Verde voltou a cair nos últimos 14 dias, para 159 casos por 100.000 habitantes, contra os 224 do período anterior, anunciou na segunda-feira o diretor nacional de Saúde.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Companhia nacional do Reino do Butão adquire cinco aviões da família Airbus A320

A Drukair – Royal Bhutan Airlines, companhia aérea de...

Pilotos da TACV convocados para reunião com o Governo de Cabo Verde na próxima quarta-feira

A Direção Geral do Trabalho (DGT) da República de...

Emirates volta a recrutar tripulantes de cabina em Portugal – Entrevistas decorrem nesta semana

A Emirates está a organizar ‘Open Days’, novamente em...