Bem-vindo, !|Sair

Cessna surpreende concorrência e apresenta cargueiro para a FedEX

A fábrica norte-americana Cessna, pertencente ao Grupo Texton Aviation deixou esta semana a indústria aeronáutica surpreendida com o anúncio surpresa, na passada terça-feira, dia 28 de novembro, do novo Cessna SkyCourier. Já há muito que se especulava sobre novos modelos dos monomotores, mas uma versão de 19 lugares ou 6.000 libras (2.721,50 quilogramas) de carga máxima (max payload)  ninguém estaria a contar. Um projeto que deve ter nascido das necessidades de transporte da FedEx Express, a subsidiária para a carga expresso entre aeroportos mais pequenos da rede da FedEx,  que é apresentada como cliente inicial para as primeiras 100 unidades (50 encomendas firmes mais 50 opções).

Importa então perceber que aeronave é esta, já que será desenhada desde o rascunho. Ou seja, não terá base em nenhum modelo já existente no grupo Textron, e que, de acordo com os responsáveis da Cessna, vem ocupar um nicho que mercado que estava por satisfazer, onde factores como os custos de operação baixos, flexibilidade de cabina e grande capacidade de carga só poderiam ser satisfeitos se a equipa da Cessna começasse tudo de novo.

Principais características

O novo SkyCourier é um bimotor turboélice Pratt & Whitney PT6A-65SC de 1.100shp, com quatro hélices da McCauley. Tem trem fixo para redução de custos e asas semi-cantilever.

O desenho da estrutura do novo avião em alumínio e a utilização de materiais mais leves reveste-se de fulcral importância já que esta optimização permitirá ao SkyCourier receber até três unidades de carregamento ou contentores LD3. Será equipado com um sistema de aviónicos da Garmin 1000.

 

 

Em conjunto com a capacidade de carga o desempenho é um dos vectores mais importantes e a Cessna não desilude ao prometer na ficha preliminar de prestações, descolagens com peso máximo (MTOW) em apenas mil metros.

A velocidade máxima será de 200 nós, o teto máximo é de 25.000 pés, e o alcance máximo é de cerca de 900 milhas náuticas.

Estas capacidades do Cessna SkyCourier estão perfeitamente enquadradas com a necessidade de mercado identificada pela FedEx Express, que avança como empresa lançadora do pequeno super cargueiro, comprometendo-se com a  aquisição de até 100 aeronaves no valor de 550 milhões de dólares.

Na conferência de imprensa de lançamento a Textron anunciou que não escolhera os motores GE New Advance, por estes ainda se encontrarem numa fase embrionária de desenvolvimento. A pressa colocada na encomenda pela FedEx Express, pois pretende ter os novos aviões a operar no mais curto espaço de tempo, levou a Texton a optar por um motor disponível e com provas dadas no mercado.

Foi anunciado ainda uma versão de passageiros, que sentará até 19 pessoas com duas portas de acesso de tripulação à frente e uma de passageiros atrás. A capacidade máxima de carga para a versão de passageiros será de 5.000 libras (cerca de 2.267 quilogramas).

 

Cenário competitivo

A Cessna deixou a concorrência mais próxima surpreendida. Este novo modelo concorre num segmento que se encontrava adormecido. Tanto o Let L- 410 NG, como o estreante Evektor 55, ficam claramente atrás em termos de desempenho e, sobretudo, por terem uma capacidade de carga 20 por cento inferior ao Cessna, factor que será determinante nas escolha dos clientes.

 


Faz parte da maior comunidade de aviação em português

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica