Congo Airways encomenda dois aviões Embraer E175

A fábrica brasileira Embraer e a companhia Congo Airways, da República Democrática do Congo, assinaram um pedido firme para duas aeronaves E-175, com direitos de compra para mais duas. O acordo tem um valor total de 194,4 milhões de dólares a preços de tabela atuais, com todos os direitos de compra exercidos, e será adicionado à carteira de pedidos do quarto trimestre de 2019, anunciou a Embraer.

Desire Bantu, presidente executivo da Congo Airways, disse que os novos jatos irão substituir a atual oferta de aparelhos turboélices e permitirão à companhia servir rotas tanto na República Democrática do Congo quanto regionalmente para a África Ocidental, Central e Austral, a partir do hub em Kinshasa. “Agora teremos maior flexibilidade e a aeronave de tamanho certo para atender o nosso mercado, que está crescendo tão rapidamente que um pedido adicional pode ser necessário”, referiu Desire Bantu, que admite que os novos E2 Jets poderão ser a opção da companhia africana num futuro próximo.

Raul Villaron, vice-presidente de vendas da Embraer Aviação Comercial para a África e o Médio Oriente observou: “É ótimo receber outra companhia aérea na família de operadores Embraer, especialmente na África, onde a procura por viagens regionais está a crescer fortemente”.

Os novos E175 da Congo Airways serão configurados com uma cabina de classe dupla, com capacidade para 76 passageiros no total, sendo 12 na classe executiva. As entregas começarão no quarto trimestre de 2020.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica