EASA obriga Airbus a mudar sensores em quase 4.000 aviões

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) notificou a construtora aeronáutica europeia Airbus de que deve proceder à mudança dos sensores de ângulo de ataque de quase quatro mil aviões das famílias A320 e A330-A340. Os aviões não correm perigo iminente, por isso a EASA diz que a Airbus tem 21 meses para concluir as mudanças que estão previstas na nova regulamentação, apenas para evitar a ocorrência de novos incidentes.

A notícia foi revelada na segunda-feira, dia 18 de Maio, pelo jornal económico espanhol ‘Cinco Dias’, e está a ser divulgada através da rede de notícias da agência espanhola EFE.

A medida surge depois de um incidente a 5 de Novembro do ano passado com um avião da companhia alemã Lufthansa, que caiu subitamente 1.200 metros de altitude quando realizava o trajecto entre Bilbao e Munique.

A fabricante terá entre 6 e 21 meses para equipar os aviões com os novos sensores. O prazo, explica a EASA, demonstra que não existe qualquer risco iminente. A nova directiva quer apenas evitar novos problemas causados pelo defeito nas referidas sondas.

 

Foto de duas das sondas em questão no Airbus A330-200

Sensor-de-angulo-de-ataque-Airbus-A330

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

GOL apresenta “o mió da roça” em avião temático do Chico Bento 

Inspirada no personagem Chico Bento, a GOL Linhas Aéreas...

Centro Digital de Aviação em Portugal acelera a transformação digital e a inovação na TAP

‘Tata Consultancy Services’ estabelece um centro de excelência em...

Assembleia da República quer rever modelo de mobilidade aérea para Açores e Madeira

Os partidos PSD, BE e PAN apresentaram nesta quinta-feira,...

Emirates destaca a importância da pontualidade no aeroporto para as viagens de Verão

Numa altura em que o Aeroporto Internacional do Dubai...