Bem-vindo, !|Sair

Embraer 190 vai ser testado na ilha de Santa Helena

 width=“750” height=

Um avião Embraer 190 vai pousar no novo aeroporto da ilha de Santa Helena, uma possessão britânica no Atlântico Sul, nesta terça-feira, dia 29 de novembro, confirmaram fontes governamentais regionais.

A aeronave procede do Aeroporto Internacional do Recife, no Estado de Pernambuco, Brasil, e transporta a bordo apenas três tripulantes. O Embraer 190 ficará na ilha até à quinta-feira, dia 1 de dezembro.

Há poucos dados acerca desta visita, mas uma nota do Governo de Santa Helena, distribuída na semana passada, convidou a população a observar a evolução da aeronave, que durante dois dias estará na ilha para fazer diversos voos de testes, o que, naturalmente, será um acontecimento na pacata ilha que tem cerca de cinco mil habitantes.

As obras do aeroporto de Santa Helena terminaram no início do ano e custaram mais de 250 milhões de libras esterlinas (cerca de 360 milhões de dólares) à Coroa Britânica. Foi feito um voo inaugural com um Boeing 737-800 da companhia sul-africana Comair, ao serviço da British Airways, mas os resultados não foram os melhores, já que o aeroporto, construído no alto de um rochedo, é afetado por frequentes ventos cruzados que dificultam a operação e colocam algumas dificuldades à operação.

O fenómeno começou a ser estudado com maior profundidade. Da parte de alguns responsáveis técnicos e pilotos, o B737-800 não será o melhor avião para ser utilizado nas próximas carreiras regulares para a ilha, e as companhias interessadas em escalar a ilha – a British Airways e a recém constituída companhia regional Atlantic Star Airlines – deverão optar por aeronaves de menor lotação que serão tripuladas por pilotos que serão submetidos a treino específico para poderem contornar as situações que, eventualmente, encontrarão sobre a pista de Santa Helena.

No passado dia 21 de outubro a Atlantic Star Airlines, em cooperação com uma empresa de leasing de aviões promoveu o pouso na ilha de um avião Avro RJ100, um jato regional de quatro motores a jato. O avião ia da Europa para o Chile e fez uma escala da ilha, levando a bordo 13 pessoas. Era pilotado pelo comandante Hjalgrim Magnussen e pelo piloto Christian Petersen, ambos da Ilhas Faroé, na Dinamarca, com grande experiência em aeroportos de ilhas e com iguais problemas de vento, tal como os que se registam em Santa Helena. Os testes foram animadores e deram alguma razão a quem defende um tipo de avião mais pequeno e com boa força de motores.

O Governo de Santa Helena no comunicado distribuído na semana passada adianta que os jatos regionais Embraer 190 são apontados como uma das possíveis soluções para o tráfego regular de passageiros no aeroporto da ilha.

 

banner-newsavia-app-android-750x65

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica