Bem-vindo, !|Sair

Estudo da Airbus aponta para mais 33 mil aviões nos próximos 20 anos

A construtora aeronáutica europeia Airbus prevê que o tráfego de passageiros nos próximos 20 anos vai crescer a uma média de 4,5% ao ano, tornando necessária a utilização de mais 33.000 novos aviões com mais de 100 lugares, no valor de 4,5 triliões de euros. A previsão para 2035 é de que a frota mundial de aviões tenha duplicado dos atuais 19.500 para os 40.000 aviões. Cerca de 13.000 aviões de passageiros e de carga serão substituídos por modelos mais eficientes na utilização de combustível.

A previsão consta do documento ‘Global Market Forecast’, que foi divulgado nesta segunda-feria, dia 11 de julho, no primeiro dia do ‘Farnborough Air Show’, que decorre em Inglaterra.

A crescente urbanização e o aumento da qualidade de vida nas economias emergentes, particularmente na Ásia, estão a potenciar o crescimento do tráfego aéreo. Com uma população total de 6 biliões de pessoas, estas economias crescem 5,6% ao ano e a propensão para viajar irá triplicar para 75% da população. Dentro de 10 anos, o tráfego aéreo doméstico na China tornar-se-á o maior do mundo. Em economias como a da Europa Ocidental e a da América do Norte, o crescimento do tráfego aéreo será de 3,7%.

“Enquanto os mercados europeu e norte-americano continuam em crescimento, o mercado asiático é o motor que irá impulsionar o crescimento nos próximos 20 anos. A China será em breve o maior mercado de aviação do mundo e com as economias emergentes, maior concentração da população e a criação de riqueza o tráfego aéreo irá aumentar,”, afirmou John Leahy, vice-presidente executivo para as Operações da Airbus. “ Estamos a acelerar a produção para ir de encontro às necessidades do mercado e vamos também impulsionar o nosso serviço ao cliente para responder à procura crescente do transporte aéreo.”

 

No mercado de aviões com dois corredores (widebodies) a Airbus prevê uma tendência crescente pelos aviões de maior capacidade e projeta uma procura por 9.500 aviões widebody de passageiros e carga nos próximos 20 anos, avaliados em 2,5 triliões de euros. Isto representa 29% do total de entregas de novos aviões e 54% do valor. A maioria das entregas de widebodies (46%) será na região da Ásia-Pacífico.

Quanto ao mercado de corredor único, do qual fazem parte a família A320 e a mais recente geração A320neo, a Airbus prevê uma procura por mais de 23.500 novos aviões valendo 2,1 triliões de euros. Este valor representa 71% de todas as novas unidades. A Ásia-Pacífico receberá 39% destas entregas.

 

O Airbus Global Services abrange seis centros de apoio ao cliente e 14 centros de treino e a sua expansão está agendada devido às necessidades para os próximos 20 anos de cerca de 1 milhão de pilotos e engenheiros (560.000 novos pilotos e 540.000 novos engenheiros).

 

O Airbus Global Market Forecast fornece uma análise detalhada dos desenvolvimentos no transporte aéreo mundial, cobrindo mais de 200 fluxos de transporte de passageiros e carga, assim como a evolução anual da frota dos operadores mundiais, através da análise da frota de quase 800 companhias áreas de passageiros e 200 operadores de carga, durante os próximos 20 anos. Ao fazê-lo, a projeção cobre a procura de aviões desde o mercado regional com aparelhos mais de 100 lugares até ao maior avião disponível atualmente, o A380.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica