Bem-vindo, !|Sair

FAP poderá contratar aviões de treino através de empresa do Grupo Hi Fly

Portugal está a estudar a hipótese de contratar jatos de treino para a formação avançada dos seus pilotos militares. A escolha estará inclinada para os aviões M-346 da Leonardo, que serão adquiridos por uma empresa portuguesa, que, por sua vez, os alugará à Força Aérea Portuguesa (FAP). A empresa com sede em Portugal é a SkyTech, que integra o universo do Grupo Hi Fly, controlado pela família Mirpuri e pela fundação do mesmo nome.

A notícia foi divulgada nesta semana pelo site britânico de notícias de aviação ‘Flight Global’ que cita declarações do general Manuel Teixeira Rolo, Chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA), numa reunião da Comissão Parlamentar de Defesa Nacional, realizada no passado dia 16 de janeiro.

Desde a saída dos ‘Alpha Jets’ da Força Aérea Portuguesa (FAP), em janeiro passado que a FAP ficou sem aviões próprios para treino dos seus pilotos que tripulam os caça-bombardeiros Lockheed Martin F-16.

A situação foi resolvida no início do ano passado, tendo o Ministério da Defesa concordado em enviar os pilotos portugueses para instrução e treino nos Estados Unidos da América. Uma solução dispendiosa, como explicou na altura o blog português de notícias de aviação ‘Pássaro de Ferro’, sempre muito bem informado sobre as questões que dizem respeito à Aviação Militar.

Contudo, conforme destaca a notícia do ‘Flight Global’, a solução Leonardo M-346 ainda não está concretizada, pois não foi ainda agilizada, nem tão pouco aprovada a nível governamental, nomeadamente quanto à sua inclusão no orçamento de despesas militares. Além do mais há que criar alguma massa crítica para a sustentabilidade do projeto, convergindo no mesmo as Forças Aéreas da Bélgica, Dinamarca, Noruega e Países Baixos, que, tal como Portugal têm frotas de aviões F-16. A sua eventual adesão ao projeto rentabilizaria a aquisição e operação das aeronaves M-346.

O general Manuel Rolo disse aos deputados portugueses que a FAP está a considerar a hipótese de alugar os aviões à hora a uma empresa portuguesa, que o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea identificou como a SkyTech, ligada ao Grupo Hi Fly, segundo a publicação britânica.

O Leonardo M-346 é o avião que se afigura como o mais adequado para o treino dos militares portugueses, disse o responsável máximo da FAP, que terá sublinhado que não é, contudo, a única solução.

A SkyTech tem em curso uma operação semelhante a esta que está a ser apontada para a FAP, com a Força Aérea da República Checa, com 10 aviões de treino L-39NG em cooperação com a AERO Vodochody Aerospace. Contudo, a FAP considera que este tipo de avião não é o indicado para o treino avançado dos seus pilotos.

O general Manuel Rolo terá dito aos deputados portugueses em sede da Comissão Parlamentar de Defesa Nacional, que há conversações avançadas sobre esta potencial parceria com a SkyTech, considera o ‘Flight Global’.

“Esta situação permitiria criar uma escola de pilotagem avançada na Base Aérea nº11 em Beja, mantendo os padrões de qualidade e exigência atuais deste grupo, que a Força Aérea Italiana – que fornece este mesmo serviço atualmente no M-346 – não proporciona, para além dos elevados preços que pratica”, destaca o ‘Pássaro de Ferro’ na notícia publicada nesta quarta-feira. (LINK notícia).

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica