Icelandair vai despedir quase metade dos trabalhadores da companhia

A companhia aérea islandesa Icelandair anunciou nesta terça-feira, dia 28 de abril, que vai prescindir de 2.000 funcionários devido às “graves repercussões” da pandemia de covid-19 nos setores da aviação comercial e viagens.

“Para enfrentar a situação, o grupo Icelandair está a adotar medidas importantes (…) incluindo uma redução considerável do número de funcionários e mudanças na sua organização”, anunciou a companhia, num contexto de crise sanitária que continuará a atingir as viagens aéreas e “num futuro imprevisível”.

A Icelandair indicou que está a preparar-se para “um período prolongado de operações mínimas”.

A redução de pessoal anunciada afeta membros de tripulações, serviços de manutenção e operações em terra.

O grupo precisou que “a maioria dos trabalhadores que ficam vai continuar a trabalhar a tempo parcial” e que os que continuam a tempo inteiro têm reduções salariais.

“Estas medidas são muito dolorosas, mas necessárias”, afirmou o presidente executivo da companhia, Bogi Nils Bogason, citado em comunicado.

Em 2018, a Icelandair tinha cerca de 4.600 trabalhadores e transportou 4,4 milhões de passageiros, segundo números da companhia.

O dono da Cabo Verde Airlines é desde novembro de 2018 a empresa Loftleidir Cabo Verde, constituída pela Loftleidir Icelandic, empresa do Grupo Icelandair, que detém uma participação de 70%, e por outros investidores com 30%. A Cabo Verde Airlines tem desde então o estatuto de empresa associada do Grupo Icelandair, e os seus resultados não se reflectem nas demonstrações financeiras consolidadas do grupo islandês.

 

  • Foto © Carlos Freitas

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica