LAM abre rota para a Cidade do Cabo com os olhos na expansão internacional

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A LAM Linhas Aéreas de Moçambique prevê avançar com ligações para Brasil, China e Índia em 2024, anunciou nesta terça-feira, dia 12 de dezembro, a companhia estatal, na estreia dos voos entre Maputo e a Cidade do Cabo, na República da África do Sul.

“É uma possibilidade e está no nosso plano estratégico, no próximo ano, operar pelo menos dois a três destinos intercontinentais [além de Lisboa, que também arrancou nesta terça-feira]”, avançou o diretor comercial da LAM, Firmino Naftal, em declarações aos jornalistas no aeroporto internacional da Cidade do Cabo.

A companhia aérea moçambicana realizou o primeiro voo próprio entre Maputo e a Cidade do Cabo, uma rota que contará com três frequências semanais. De acordo com um despacho da agência portuguesa de notícias ‘Lusa’ esta rota, onde voam outras companhias, movimenta atualmente mais de 200 mil passageiros por ano. Por sua vez, o aeroporto da Cidade do Cabo recebeu este ano sete novas rotas internacionais, incluindo a da LAM entre a capital moçambicana e a segunda maior cidade da África do Sul.

No próximo ano, a aposta da LAM é avançar com ligações de Maputo para São Paulo (Brasil), Mumbai (Índia) e Guangzhou (China), segundo o diretor comercial da companhia, que apresentou o novo plano estratégico da companhia a operadores turísticos sul-africanos.

“Agora lançamos estas duas rotas, Cidade do Cabo e Lisboa, e esperamos que até abril estejam bem consolidadas, antes de avançar com as próximas”, acrescentou Firmino Naftal.

Retoma dos voos da LAM para o Malaui está para breve

Em simultâneo, avançou igualmente, a LAM já tem uma equipa no Malaui para iniciar nas próximas semanas os voos entre os dois países, face à procura já identificada no país vizinho. “Brevemente poderemos anunciar essa ligação”, disse o responsável.

A rede de voos da LAM abrange 12 destinos no mercado doméstico, além de Joanesburgo, Dar-Es-Salaam, Harare, Lusaca e agora Cidade do Cabo, nas ligações regionais, realizando diariamente mais de 40 voos com recurso a um Boeing 737, três Bombardier Q400, dois Bombardier CRJ 900 e dois Embraer 145 operados pela subsidiária MEX – Moçambique Expresso.

Os destinos Cidade do Cabo e Lisboa fazem parte do plano de revitalização da operadora, depois de a empresa sul-africana Fly Modern Ark (FMA) ter entrado na gestão da LAM em abril deste ano.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Programação de Verão da KLM terá um total de 155 destinos

A KLM, companhia de bandeira do Reino dos Países...

Kenya Airways retoma em junho os voos de Nairobi para Maputo

A Kenya Airways, companhia de bandeira do Quénia, país...

EasyJet é a companhia aérea oficial do Festival Eurovisão da Canção nos próximos três anos

A companhia britânica de baixo custo EasyJet foi confirmada...

GOL anuncia quatro novas frequências semanais diurnas entre Sinop (Mato Grosso) e Guarulhos

Sinop, cidade localizada a 480 quilómetros de Cuiabá, no...