Michael O’Leary nomeia Eddie Wilson seu sucessor na Ryanair

Eddie Wilson é o novo presidente executivo da companhia irlandesa Ryanair, substituindo Michael O’Leary que, a partir do dia 1 de setembro, assumirá unicamente o lugar de presidente executivo da Ryanair Holdings, empresa que controla as quatro companhias do maior grupo europeu de transporte aéreo de baixo custo: Ryanair, Buzz, Laudamotion e Malta Air.

Uma nota interna distribuída a todos os colaboradores do grupo indica que Eddie Wilson, que está na companhia desde há 22 anos e era o diretor executivo de Recursos Humanos, assumirá imediatamente as funções antes ocupadas por O’Leary, se bem que esteja previsto um “período de transição” de três meses.

Nessa nota Michael O’Leary deseja ao seu substituto o maior sucesso e destaca que assume funções num momento em que a Ryanair enfrenta “tempos muito difíceis”, nomeadamente o Brexit e o atraso na entrega dos novos Boeing 737 MAX devido a problemas técnicos que adiam a sua recertificação.

Por isso, a Ryanair viu-se obrigada a fechar ou redimensionar algumas bases para “acomodar o facto” de ter uma frota menor do que o previsto este Inverno e “provavelmente o mesmo número, ou mais, no próximo Verão”.

Na semana passada, a Ryanair anunciou que irá encerrar em 8 de janeiro de 2020 as suas bases nos aeroportos espanhóis da Las Palmas/Grã Canária, Tenerife Sul e Lanzarote, as três nas ilhas Canárias, e em Girona, na Catalunha. A base em Faro/Algarve, no sul de Portugal, também poderá estar em risco.

A nomeação de Eddie Wilson, um dos principais responsáveis pelas negociações com os sindicatos surge numa fase em que os conflitos laborais se reacenderam, com várias greves. No caso de Portugal, o sindicato dos tripulantes de cabina, o SNPVAC, convocou nova paralisação para o dia 27 de Setembro.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica