Bem-vindo, !|Sair

Novas tecnologias agilizam passageiros no Aeroporto do Galeão

Uma nova tecnologia promete agilizar o fluxo de passageiros que devem circular pelo Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, no período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A concessionária Riogaleão investiu na instalação de portões automáticos, acionados por meio de leitores de código de barras dos cartões de embarque (impressos ou em dispositivos móveis), nos acessos aos terminais 1 e 2. A estimativa é que o aeroporto fluminense receba cerca de 2,54 milhões de passageiros durante o megaevento, de acordo com estudo da Secretaria de Aviação Civil.

Ainda em fase de testes, o aparelho estará disponível para o uso dos passageiros a partir da segunda quinzena de junho. Dezanove portões estão distribuídos no aeroporto: oito no Terminal 1 e onze no Terminal 2, com a garantia de comportar um fluxo acima de 50 passageiros por minuto.

Outra novidade do aeroporto será o controlo migratório automatizado, área controlada pela Polícia Federal. A partir de junho, o terminal do Galeão passa a contar com e-Gates, portões cuja função é permitir uma leitura rápida e segura dos passaportes de passageiros que embarcam ou desembarcam de voos internacionais. O procedimento também garante mais celeridade ao processo de identificação de viajantes, já que conta também com uma câmara de reconhecimento biométrico. Por enquanto, o serviço só poderá ser usado por brasileiros acima de 18 anos, portadores de passaporte eletrónico com chip. Serão quatro portões no embarque e oito no desembarque, localizados no Terminal 2 do aeroporto.

Em janeiro deste ano, o novo Terminal do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (Estado de São Paulo), ativou a operação de portões automáticos tornando a viagem do passageiro mais ágil e segura. O primeiro aeroporto brasileiro a contar com essa tecnologia foi o de Guarulhos. Em setembro de 2014, a concessionária GRU Airport instalou 16 e-gates no terminal, e, ao longo de 2015, os portões automáticos foram responsáveis pelo atendimento de cerca de 20% da demanda de passageiros brasileiros em voos internacionais, o que representou quase 200 mil passageiros por mês, de acordo com a GRU Airport.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica