Bem-vindo, !|Sair

Novos aeroportos aprovados no Estado do Piauí (Brasil)

Os aeroportos previstos no programa de aviação regional do Brasil em quatro municípios do Estado do Piauí – Floriano, Picos, São Raimundo Nonato e Bom Jesus – receberam a visita técnica da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC), Banco do Brasil e do governo do Estado na semana passada. Durante as visitas, a equipa aprovou os aeroportos para passarem a receber investimentos do programa.

Segundo o diretor do PROFAA, Eduardo Bernardi, os investimentos devem começar no próximo ano. “Com as obras, a SAC vai dotar esses aeroportos de todas as instalações necessárias para a operação de aeronaves comerciais”, explicou. Após as vistorias, a SAC vai se reunir com as projetistas e o Banco do Brasil, gestor do programa, para o andamento dos projetos.

Após as vistorias, a SAC autorizou os aeroportos de Picos e São Raimundo Nonato a passarem para a última etapa de planeamento do programa: o anteprojeto. Paralelamente à elaboração do anteprojeto, o governo deve realizar intervenções necessárias nos sítios aeroportuários e liberar o licenciamento ambiental para que o processo de licitação seja iniciado. Ainda não há previsão.

Com os investimentos, Picos pode se tornar o hub (aeroporto distribuidor de voos) regional. As intervenções serão na pista de pouso e descolagem, no pátio (parque de aeronaves), no terminal de passageiros e no estacionamento de veículos. São Raimundo, localizado na Serra da Capivara, principal acesso ao parque homónimo considerado património cultural da humanidade pela Unesco, também receberá investimentos na pista e na pista de taxiway. Atualmente, o principal acesso ao parque é por Teresina, cidade localizada a 500 quilómetros de distância.

A SAC autorizou a elaboração do estudo preliminar para o aeroporto de Bom Jesus. A pista de pouso e decolagem será recuperada e reforçada e ainda haverá intervenções no pátio e no terminal de passageiros. A cidade é focada na agricultura e conta com grande movimentação de jatos particulares. No caso de Floriano será feito um novo Estudo de Viabilidade Técnica.

Além dos quatro municípios visitados pela equipa técnica, outros três receberão investimentos do programa de aviação regional no Estado do Piauí. São eles: Corrente, Parnaíba e Paulistana.

 

Programa de aviação regional quer alcançar 270 aeroportos em todo o Brasil

O programa de aviação regional foi criado em 2012 com o objetivo de conectar o Brasil e levar desenvolvimento e serviços sociais a lugares distantes dos grandes centros. Para isso, a Secretaria de Aviação Civil (SAC) vai investir cerca de 7,3 mil milhões de reais na construção ou reforma de 270 aeroportos em todo o território nacional – atualmente existem 255.

A ideia é deixar 96% da população a pelo menos 100km de um terminal de passageiros. Atualmente, 40 milhões de pessoas estão a uma distância maior que esta de um aeródromo e apenas 77 aeroportos regionais operam voos comerciais com regularidade.

O investimento do programa é oriundo do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC), composto por taxas e outorgas da aviação, e que só pode ser investido de volta no próprio setor. As contratações das empresas responsáveis pelos estudos e pelas obras são feitas diretamente pelo governo federal e não há repasse de verbas a estados e municípios.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica