Pico de covid-19 em Lisboa e ligações com o Brasil afastam britânicos de Portugal

O Reino Unido deverá excluir Portugal dos destinos que os britânicos poderão visitar neste Verão sem ter de ficar 14 dias em quarentena ao regressar, noticiou nesta quinta-feira, dia 25 de junho, a a imprensa inglesa, citando fontes do governo britânico, em Londres.

A lista oficial de quem participa na “ponte aérea” também excluirá nesta primeira fase a Turquia, a Croácia e os Estados Unidos e inclui apenas Espanha, França, Grécia, Itália, Alemanha e Austrália, noticiou nesta noite o ‘Jornal de Notícias’ na sua edição digital.

De acordo com o jornal inglês “The Telegraph“, que cita fontes do governo, o motivo pelo qual Portugal ficará de fora tem a ver com “o pico de covid-19 registado nos últimos dias em Lisboa”, uma vez que, reconhece, o país teve apenas 150 mortes por milhão de habitante, menos do que a Espanha (606), a Itália (573) e o próprio Reino Unido (647). A “ligação [de Lisboa] ao Brasil”, onde os casos “também têm aumentado em espiral”, será outro fator de risco a pesar contra Portugal.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros estava a negociar a criação de um corredor aéreo com o Reino Unido, que tem sido denominado como “uma ponte aérea” entre os dois países, para que os turistas britânicos pudessem circular entre aeroportos dos dois países sem necessitarem de, após o regresso às suas casas terem de sujeitar-se a uma quarentena de duas semanas. Um estatuto que , também, seria atribuído aos turistas portugueses de visita ao Reino Unido.

Para Portugal seria uma enorme vantagem, já que o Reino Unido é o maior mercado emissor de turistas para o País. Em 2019 cerca de 2,1 milhões de britânicos visitaram Portugal Continental e as Regiões Autónomas insulares dos Açores e da Madeira, onde foram responsáveis por 19,2% das dormidas nos estabelecimentos hoteleiros.

Só na segunda-feira, dia 29 de junho, é que será conhecida a decisão final das autoridades britânicas, que poderá ser favorável caso a situação presentemente observada em Lisboa tenha alguma mudança para melhor.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica