Bem-vindo, !|Sair

‘Piloto’ morto em acidente aéreo no Brasil não estava habilitado

O piloto do avião ultra-leve ‘Savannah’, que caiu no fim-de-semana passado em Salto de Pirapora, uma área rural do interior do Estado de São Paulo, Brasil, não possuía habilitação para pilotar uma aeronave.

José Marcos Pereira, empresário, de 60 anos de idade, comprara o avião em 2013, e utilizava-o poucas vezes, segundo a imprensa que se refere ao acidente. Estava matriculado numa escola de pilotagem, mas nunca chegou a acabar o curso, nem tão pouco tinha qualquer certificação que o habilitasse para pilotar uma aeronave no comando.

Morreu no acidente, quando o avião caiu por circunstâncias não esclarecidas numa plantação agrícola. Tinha levantado voo de uma pista privada num condomínio fechado. Viajava com a filha, que foi hospitalizada numa unidade de cuidados intensivos, aparentemente sem correr perigo de vida. Notícias desta quarta-feira, dia 16 de março, dão conta de que está a reagir bem aos tratamentos.

O delegado Gilberto Montenegro, citado pela ‘Globonews’ confirmou a desconformidade da situação do piloto, tendo esclarecido que ele apenas era aluno de uma escola de aviação: “Ele ainda estava em treinamento. A habilitação dele era de aluno e não poderia operar a aeronave sem um instrutor ou levando a filha”, disse o delegado.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) tomou conta do inquérito sobre a queda do aparelho.

 

  • Foto publicada pelo canal Globo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica