Bem-vindo, !|Sair

Presidente e diretor da Citilink Indonesia demitiram-se

 width=“750” height=

O presidente e o diretor de operações da companhia de baixo custo Citilink Indonesia demitiram-se na sexta-feira, dia 30 de dezembro, após ter sido revelado que um piloto da companhia tinha sido encontrado embriagado a bordo de um avião da companhia, poucos minutos antes de levantar voo do Aeroporto de Surabaya, capital da província de Java Oriental e segunda maior cidade do país (LINK notícia relacionada).

As notícias agora conhecidas são mais claras sobre o que terá acontecido e ao contrário do que publicámos e que tinha sido veiculado pela imprensa indonésia, o co-piloto, que tinha passado o posto de rastreio e de controlo de segurança dando indícios de estar embriagado, conseguiu tomar o seu lugar no cockpit do A320 que iria fazer o voo QG800 com destino a Jacarta, na quarta-feira, dia 28 de dezembro, com partida programada para as 05h15. Um voo que teria a duração de uma hora e meia.

Contudo, logo que o piloto fez o anúncio para a descolagem diversos passageiros notaram que a voz do piloto era por vezes imperceptível e desconfiaram de que algo estaria mal. Alguns solicitaram logo a sua saída do aparelho, enquanto outros foram ao cockpit exigir ao comandante a suspensão do voo, o que terá acontecido na verdade. Há alguns vídeos no canal ‘You Tube’ que mostram essa triste cena do comandante a exigir ao co-piloto que abandone a aeronave. O que não se entendeu bem foi como o comandante consentiu que o co-piloto, atendendo ao estado em que se encontrava, tivesse feito os procedimentos e verificações constantes da fase de pré-voo, antes de se dirigir aos passageiros.

O avião, com cerca de 150 pessoas a bordo descolou de Surabaya cerca de duas horas depois do horário programado com um co-piloto de substituição.

A repercussão internacional do incidente levou, na sexta-feira, dia 30 de dezembro, a autoridade nacional da aviação civil da Indonésia a condenar a atitude do piloto e a solicitar explicações à companhia aérea que é uma subsidiária da Garuda Indonésia, companhia de bandeira do país. Em todo este processo surge a demissão dos dois responsáveis da Citilink, já confirmado em comunicado pela própria empresa. O piloto continua suspenso até conclusão do inquérito levantado pela companhia e agora acompanhado pelas autoridades de segurança aérea.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica