Bem-vindo, !|Sair

Primeiro voo do Comac C919 pode acontecer em Maio

 width=“750” height=


 

Após diversos atrasos devido a problemas no projeto, o Comac C919, avião comercial chinês de 158 assentos está finalmente preparado para realizar o primeiro voo. O protótipo acaba de completar um conjunto de testes em solo, de alta velocidade, de preparação final para a descolagem inaugural, que deverá acontecer durante o mês de maio.

O primeiro teste de velocidade em pista foi feito a 16 de abril do presente ano, e o quarto teste foi realizado a 23 de abril, no Aeroporto Internacional de Xangai Pudong.

Durante o último teste os pilotos tiveram que avaliar o desempenho dos motores a jato, de forma a verificarem se a aeronave consegue parar em segurança na pista, em alta velocidade. De acordo com o jornal ‘China Daily’, durante o teste, o C919 levantou ligeiramente o trem de pouso dianteiro, para simular a descolagem.

O avião é alimentado com dois motores CFM LEAP-1C e atingiu uma velocidade máxima de 248 quilómetros por hora no primeiro teste de alta velocidade em solo. A comunicação social local informou que, durante o primeiro teste o jato completou a maioria das avaliações terrestres de pré-voo, incluindo testes de rolagem de baixa e média velocidade, para analisar o avião na sua totalidade e os principais componentes e peças de conexão.

 

Atrasos longos podem ter terminado

Em fevereiro de 2017, a construtora aeronáutica chinesa Comac anunciou que o jato C919 jato estava a preparar-se para fazer o primeiro voo no primeiro semestre deste ano. Philippe Petitcolin, presidente da Safran, revelou à comunicação social que o C919 poderia voar no final de abril de 2017.

As questões de produção impediram o voo inaugural, pelo menos duas vezes, desde 2014. A primeira aparição do jato ocorreu em novembro de 2015, na cerimónia de lançamento (roll-out)em Xangai.

Com capacidade para acomodar entre 156 e 168 passageiros, o C919 está equipado com motores da fábrica franco-americana CFM Internacional.É um jato de fuselagem estreita (narrow-body), bimotor e corredor único. Tem 38,9 metros de comprimento, 35,8 m de envergadura e pode descolar com peso máximo de 77 toneladas. Pretende competir com o Boeing 737 e Airbus A320.

O C919 deve efetuar a sua estreia comercial com as cores da China Eastern Airlines. A construtora chinesa afirmou anteriormente que tinha recebido 570 encomendas de 23 clientes para o C919. A fábrica está programada para fazer a primeira entrega em 2019.

Com o último resultado do teste, o esforço da Comac para o primeiro voo do C919 pode estar para breve. Segundo a construtora chinesa, o preço de catálogo sugerido é de 68 milhões de dólares norte-americanos.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica