Qatar compra 49% da Meridiana, se esta despedir três mil empregados

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Qatar Airways está disponível para adquirir 49% da empresa italiana Alisarda, proprietária da companhia aérea italiana Meridiana, com a condição de serem reduzidos cerca de 900 trabalhadores na aerotransportadora.

A companhia do Emirado do Qatar segue os passos de outra companhia do Golfo Pérsico, a Etihad Airways, que comprou 49% da Alitalia por 500 milhões de euros, em agosto de 2014, com a condição de serem cortados 3.000 postos de trabalho, o que, na realidade, veio a acontecer e salvou a companhia de bandeira italiana da bancarrota.

A pretensão da Qatar Airways foi conhecida depois de uma reunião entre representantes da Qatar Airways e da Alisarda, em Roma, que decorreu na sede do Ministério do Desenvolvimento Económico. O encontro serviu para análise da situação do grupo aéreo italiano, o segundo maior do País, na sequência das negociações já encetadas que prevê até final do primeiro semestre deste ano a entrada do grupo árabe no capital da Alisarda, injectando capital, o que, a acontecer, permitirá sair de uma situação de crise bastante grave que, na opinião de alguns analistas financeira coloca em causa a dimensão da empresa e até a sua continuidade.

Para já foi alcançado um acordo de princípio e assinado um memorando de entendimento que permitirá prosseguir as negociações nos próximos dias. O memorando com data de 4 de fevereiro passado foi anunciado por ambas as partes, mostrando a Qatar Airways grande disponibilidade para fechar a transação até final do próximo mês de junho.

O presidente da companhia italiana, Marco Rigotti, considera que o que está em perspectiva é um bom acordo para salvar o grupo. Agora vai iniciar negociações com os sindicatos, que deverão estar concluídas até final de março, data limite para que possa prosseguir a negociação de outros dossiês com vista à concretização do negócio.

A ministra do Desenvolvimento Económico, Federica Guidi, também manifestou a opinião de que “o plano da Qatar Airways é o único capaz de assegurara a recuperação e consolidação da Alisarda/Meridiana”.

A companhia aérea italiana foi fundada pelo príncipe Karim al-Hussayn Aga Khan, um mecenas multimilionário e líder dos muçulmanos ismaelitas, em 1963, com o nome de Alisarda e com sede na ilha da Sardenha, no sul da Itália. Em 1991 passou a chamar-se Meridiana, depois da fusão com a companhia espanhola Universair. Contudo, Alisarda continuou a ser a designação do grupo industrial que, mais tarde, em dezembro de 2006, adquiriu a maioria de outra companhia aérea italiana, a Eurofly, depois rebatizada com o nome Air Italy. Os seus aviões voavam sobretudo no longo curso para transporte de turistas italianos. Presentemente está totalmente integrada na Meridiana.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...