Rota aérea de Portugal para Macau e sul da China “faria todo o sentido”

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

 width=“750” height=

O ministro português da Economia, Manuel Caldeira Cabral, considerou nesta terça-feira, dia 11 de outubro, que “seria muito interessante” criar uma ligação aérea entre Portugal e o sul da China, sendo que “faria todo o sentido” que fosse feita através de Macau.

“A primeira ligação vai ser a partir de Pequim, mas penso que [Macau] não está fora. Penso que há negociações em curso com várias outras companhias aéreas, e que se Pequim vai servir diretamente o norte da China, seria muito interessante que houvesse voos também da parte sul e penso que faria todo o sentido que fossem a partir de Macau”, disse Caldeira Cabral, em Macau, referindo-se à rota entre Hangzhou (capital de Zhejiang), Pequim e Lisboa, que deve começar a operar em junho do próximo ano.

Há muito que a recuperação da ligação entre Lisboa e Macau – que apenas funcionou entre 1995 e 1998, sendo abandonada por falta de rentabilidade – é discutida, e tal como no passado, o ministro salientou que “tem de haver interesse das companhias”.

“Há certamente interesse por parte do Governo português em promover essas rotas”, sublinhou.

Caldeira Cabral falava à margem da assinatura de dois protocolos com o Governo de Macau, na área do turismo e da segurança alimentar, quando decorre 5.ª Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Air Macau transformada em sociedade anónima com maioria da Air China

A Air Macau procedeu à alteração dos seus estatutos...

Nova loja de atendimento corporativo para clientes da TAAG inaugurada no Talatona (Luanda)

No âmbito da sua estratégia de digitalização e no...

 ‘Portugal Stopover’ da TAP distinguido pelos leitores da ‘Global Traveller’ pela sexta vez

O programa Stopover da TAP Air Portugal foi distinguido...