Ryanair em força máxima em Lisboa aponta urgência na abertura do Montijo

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Ryanair anunciou nesta quarta-feira, dia 23 de junho, uma forte recuperação do tráfego nos seus voos de e para Portugal – aeroportos de Lisboa, Porto, Faro/Algarve, Ponta Delgada/São Miguel e Terceira – dentro da sua rede europeia. A programação de verão em Portugal oferece mais de 600 voos semanais através de 122 rotas, incluindo três novas rotas entre Lisboa e Colónia (dois voos semanais), Faro e Belfast City (com voos diários), bem como Faro e Teesside (dois voos diários).

A companhia europeia de baixo custo refere num comunicado que fez um investimento em aeronaves superior a dois mil milhões de dólares nas suas quatro bases portuguesas, e que continua a investir em conetividade, em criar postos de trabalho e em transportar turistas para Portugal durante todo o ano. Adicionalmente, a Ryanair acredita que a vacinação bem sucedida em toda a Europa contribuirá para a recuperação do turismo e emprego em Portugal após a pandemia da covid-19.

“A Ryanair está extremamente orgulhosa da sua enorme contribuição para o turismo português, a qual permite a milhões de cidadãos beneficiar das tarifas baixas da companhia aérea e do crescimento económico que estas trazem às regiões, criando milhares de postos de trabalho e contribuindo para a recuperação do turismo”, refere a empresa que diz estar a operar para Lisboa na sua capacidade máxima.

Por isso a companhia aérea de matriz irlandesa “apela ao Governo português para abrir o aeroporto do Montijo”, o que permitirá investir em novos aviões e criar milhares de empregos adicionais.

Para celebrar o início de uma forte recuperação de Portugal no verão 2021, a Ryanair lançou uma oferta com 100.000 lugares a partir de apenas 19,99 euros para viagens até 31 de outubro. A promoção está disponível até à meia-noite de quinta-feira, 24 de junho.

 

Michael O’Leary, presidente executivo do Grupo Ryanair, citado no comunicado refere que “Portugal é o melhor destino turístico da Europa, por isso não é surpresa que seja um dos mercados com recuperação mais rápida em toda a rede da Ryanair”.

O polémico gestor irlandês, que se destaca no panorama da aviação comercial europeia pelas suas afirmações desabridas, critica mais uma vez o apoio governamental à TAP Air Portugal: “ Enquanto a TAP absorve mais de 3 mil milhões de euros de ajudas estatais mas reduz a frota, o emprego e o tráfego aéreo, a Ryanair, sem ajudas estatais, está a aumentar as rotas, o tráfego e o emprego em Portugal, ao mesmo tempo que paga mais de 130 milhões de euros anualmente em impostos e taxas governamentais em Portugal”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com a Ryanair. Irlandeses muito inteligentes e ambiciosos. Muitos Portugueses perderam a Ambição de serem Grandes. Dedicam-se ao Nepotismo e à Corrupção e perderam o Amor à Pátria. A Ryanair foi fundada há apenas 36 anos e tornou-se a MAIOR Companhia Aérea do MUNDO em número de destinos. Tem 501 aviões. Sempre deu LUCROS. A TAP fundada há 76 anos quase sempre deu PREJUIZOS. Porquê? Serão os Portugueses Atrasados Mentais? Ou serão apenas Nepotistas e Corruptos Profissionais? Quem nos salva desta DECADÊNCIA e EMPOBRECIMENTO?

  2. O irlandês tem razão. Hoje descobri, emparvecido, que a Iberia anda a fazer voos entre a Madeira e o Continente. A TAP também faz voos entre as Canarias e Madrid? Então para que uma TAP? D. Nuno Alvares, volta que fazes falta outra vez.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal retomou rota direta entre a Venezuela e a ilha da Madeira

– Cerimónia oficial e decoração a preceito na zona...

TAP Air Portugal terá 95 voos semanais para o Brasil no mês de julho

Uma delegação da TAP Air Portugal, liderada pelo seu...

Teste de táxi aéreo elétrico pode definir novo tipo de transporte para peregrinos do Hajj, na Arábia Saudita

Num movimento histórico, a Arábia Saudita conduziu com sucesso...