SAA voa direto para Nova Iorque todo o ano – Reestruturação em curso

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A South African Airways (SAA) retomou no passado dia 7 de Março as ligações diretas entre o Aeroporto Internacional Oliver Tambo, na cidade de Joanesburgo, na República da África do Sul, e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Os voos entre as duas cidades tinham uma escala técnica no Aeroporto de Dakar, no Senegal, durante a época baixa de Inverno. A partir de agora os voos serão diretos nos dois sentidos sem escala, para maior comodidade do viajante que fará a viagem em menos 90 minutos, dada a escala de cerca de uma hora no aeroporto da capital senegalesa, confirmou a companhia.

Os voos continuarão a ser operados por aviões Airbus A340-600 com capacidade para 42 passageiros em ‘Premium Business Class’ e 275 poltronas em Classe Económica.

A SAA é a companhia da África Austral que oferece maior número de voos para os Estados Unidos da América, com 28 ligações semanais à partida de Joanesburgo para Nova Iorque/JFK e Washington/Dulles.

Presentemente em processo de reestruturação, a SAA está a reformular a sua rede internacional, tendo cancelado os voos que mantinha no longo curso para a China e para a Índia, países para onde os seus clientes seguem agora em voos de companhias suas parceiras na Star Alliance.

A actual administração da companhia está ainda empenhada na reformulação do seu quadro de pessoal, actualmente com cerca de 12 mil trabalhadores, e na modernização da frota, além de diversas mudanças que pressupõem contenção de custos.

Na África do Sul há presentemente um grande debate sobre o futuro da companhia de bandeira do país, que no mês passado apresentou os resultados de 2014 com um prejuízo de cerca de 260 milhões de dólares norte-americanos, praticamente o dobro das perdas de 2013. Círculos financeiros insistem na análise de que a companhia está irremediavelmente falida, enquanto o governo procura solucionar o problema com injecções de capital e uma reestruturação total do seu funcionamento. Desde o ano passado está em curso uma parceria estratégica com a Etihad Airways que poderá contribuir para uma gestão mais adequada dos negócios do transporte aéreo. Será revista em breve, tendo em vista, inclusive, uma eventual tomada de capital da SAA por parte do grupo árabe.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Volotea e Abra (Avianca e GOL) juntam-se para operações conjuntas entre a Europa e as Américas

A Volotea, que se intitula a companhia aérea espanhola...

Pedro Barros é o novo presidente do Conselho de Administração da TACV

Pedro Barros, atual presidente do Fundo Soberano de Garantia...

Lufthansa City Airlines arranca no dia 26 de junho com voo Munique-Birmingham

A Lufthansa City Airlines, a companhia aérea mais jovem...

Bubaque, no Arquipélago dos Bijagós, terá um novo aeroporto para tráfego regional

O Governo da República da Guiné-Bissau e a ‘Royal...