Bem-vindo, !|Sair

Seis tripulantes da companhia russa Volga-Dnepr morreram no Mali

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia confirmou na tarde deste sábado, 21 de novembro, em Moscovo, que seis tripulantes da companhia de carga aérea Volga-Dnepr Airlines morreram no ataque ao Hotel Radisson Blu, na cidade de Bamako, no Mali, na sexta-feira.

Entretanto, a companhia aérea distribuiu neste sábado uma nota à imprensa em que revela que tinha uma equipa de 12 tripulantes no hotel atacado pelos rebeldes. Seis foram libertados e outros seis foram identificados neste sábado entre os mortos da tragédia.

Esta tripulação tinha levado um avião Antonov An124-100 de Oslo (Noruega) para Bamako com máquinas para construção civil, tendo desembarcado na quinta-feira, dia 19 de novembro. Depois pernoitaram no Mali, sendo surpreendidos na sexta-feira, cerca das 07h00 locais, pelo ataque ao hotel onde dormiram. Entre as vítimas mortais está um navegador de voo, um engenheiro de voo, dois mecânicos e um responsável pela distribuição de carga no avião. Os dois pilotos e mais quatro tripulantes foram resgatados pelas forças de intervenção.

No seu comunicado a Volga-Dnepr Airlines diz que está a coordenar com as entidades russas e com as embaixadas da Federação Russa e da França em Bamako a deslocação de um Boeing 737 que transportará para Moscovo os seus funcionários mortos na capital do Mali

Neste ataque em que os rebeldes fizeram reféns muitas dezenas de hóspedes do hotel de luxo da capital do Mali, chegaram a estar também presos dentro da unidade hoteleira 12 tripulantes da Air France e mais cinco da Turkish Airlines, entretanto libertados na tarde de sexta-feira.

O ataque ao hotel Radisson Blu está a ser reivindicado por uma célula do Al-Qaida denominada ‘Sahara Emirate’. No ataque e nas operações de resgate morreram mais de 20 pessoas, tendo as Nações Unidos dito que seriam no total 27. Estes números não estão bem esclarecidos.

O Presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita, decretou 10 dias de emergência em todo o país e três dis de luto nacional a partir da próxima segunda-feira, dia 23.

  • Notícia atualizada no domingo, dia 22 de novembro. Em vez de cinco mortos, como referido anteriormente, são seis.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica