TAAG – Linhas Aéreas de Angola aluga dois aviões B37-700 e dois B777-300ER

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola alugou quatro aviões de passageiros que em breve entrarão na sua frota e que se destinam a colmatar a falta de equipamentos que se tem verificado para cumprir a programação de voos regionais – domésticos mais longos e entre cidades africanas – e de voos intercontinentais.

Segundo notícias publicadas em sites internacionais que dão conta das movimentações de aeronaves comerciais rumarão em breve para Angola dois aviões Boeing 737-700 e outros dois Boeing 777-300ER, que deverão chegar nos próximos meses a Luanda já com a nova pintura da TAAG, que começou a ser aplicada nos aviões DHC Dash 8-400 e também num Boeing 737-700.

Os dois aviões B737-700 que chegarão para a TAAG, num contrato de longa duração, estiveram antes ao serviço das companhias alemães (que faliram na década passada) Air Berlin (desde 2007 e 2008) e Germania (de 2013 a abril de 2019), e depois da FlyEgypt. Estavam parados desde março passado, segundo os registos da ‘Airfleets’. Com os números de série 36114 e 36115, entraram ao serviço da Air Berlin, idos novos de fábrica, em novembro de 2007 e em agosto de 2008, respetivamente.

A TAAG está a trabalhar com três aviões Boeing 737-700. Um quarto avião, que pertenceu antes à Sonair, companhia aérea da petrolífera nacional Sonangol, está parado desde julho passado. Um quinto avião que integrava a frota angolana está alugado à TACV/Cabo Verde Airlines.

A companhia angolana espera começar a receber no início do próximo ano os primeiros aviões Airbus A220-300 que foram encomendados no ano passado e que se destinam a substituir os Boeing 737-700.

Os outros dois aviões que a TAAG receberá nos próximos meses destinados aos voos de longo são dois Boeing 777-300ER que começaram a sua vida na Emirates no final do ano de 1999. Com os números de série 29062 e 20063 deixaram a companhia do Dubai (Emirados Árabes Unidos) em 2017. Foram entregues à FlyGlobal, uma companhia de leasing de aviões sediada em Malta. O MSN 20063 ainda voou na companhia Biman Bangladesh entre 2018 e o ano passado, alugado pela FlyGlobal.

A TAAG deverá anunciar em breve uma encomenda de aviões para voos de longo curso à Boeing. As negociações prosseguem, não estando decidido ainda qual o tipo de aparelho. Tem-se falado muito numa opção pelos Boeing 787 Dreamliner, mas os novos B777 são outra opção interessante sobre a mesa.

 

  • Foto de abertura © Tony Mangueira Fernandes

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...

Ativistas climáticos interromperam tráfego aéreo em Colónia/Bona – Movimento já foi retomado

O Aeroporto de Colónia/Bona, na Alemanha, já reabriu ao...