TAAG tem dois aviões B737-700 inoperacionais devido a incidentes

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAAG Linhas Aéreas de Angola tem a sua frota de médio curso (constituída por cinco aviões Boeing 737-700) desfalcada de dois aparelhos, devido a dois incidentes ocorridos nas últimas semanas. A companhia estatal angolana informou na terça-feira, dia 16 de maio, que, devido a essas circunstâncias, foi obrigada a cancelar alguns voos domésticos, refere a agência noticiosa portuguesa Lusa, em despacho de Luanda.

O último incidente verificou-se na segunda-feira, dia 15 de maio, com o avião B737-700, matrícula D2-TBH, que no momento em que se preparava para pousar no Aeroporto de Catumbela, província de Benguela, um dos motores sugou um bando de aves. A aeronave aterrou normalmente. Fazia o voo DT443. De concreto sabe-se que o aparelho ficou com um dos motores (CFM56) inoperacional e está entregue aos cuidados dos serviços de Manutenção e Engenharia da TAAG.

“Saliente-se que este tipo de ocorrências, que raramente afeta significativamente a aeronave, não é incomum. No entanto, isto significa que mais uma aeronave da companhia estará fora de serviço, à semelhança da aeronave que teve o incidente na cidade do Soyo”, refere a TAAG, citada na notícia.

A aeronave em causa opera habitualmente as rotas domésticas e regionais da TAAG, sendo este o segundo incidente com aviões da companhia, depois de a 30 de abril, no aeroporto do Soyo, província do Zaire, outro Boeing 737-700 ter sofrido danos na fuselagem quando o trem do nariz recolheu, em plena pista, após a aterragem, por circunstâncias ainda anão apuradas (LINK notícia relacionada). O avião que sofreu o incidente no Soyo foi retirado da pista no passado dia 5 de maio, depois uma operação que “foi complexa”, segundo confirmou o chefe do departamento de Investigação e Acidentes Aeronáuticos do Ministério dos Transportes de Angola, Pedro Gonçalves, também em declarações proferidas à lusa em Luanda.

De acordo com a companhia de bandeira angolana, devido à falta destas duas aeronaves, foram cancelados na terça-feira os voos programados para as cidades de Cabinda e Menongue, e alguns serviços sofreram atrasos.

Uma das aeronaves deverá voltar ao serviço na quinta-feira, dia 18 de maio, de acordo com a previsão da TAAG. Até lá é provável que voltem a acontecer alguns constrangimentos no tráfego aéreo entre aeroportos provinciais.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo Português envia avião da TAP com ajuda humanitária para o Rio Grande do Sul

O Governo português vai enviar, na próxima terça-feira, dia...

GOL e AZUL anunciam acordo de ‘codeshare’ que vigorará a partir do final de junho

As companhias aéreas brasileiras GOL e Azul anunciam nesta...

SATA Air Açores transportou doentes do Hospital de Ponta Delgada que estavam na Madeira

A SATA Air Açores realizou nesta quarta-feira, dia 22...