Tráfego no Aeroporto de Lisboa cresceu 23,8% entre Janeiro e Abril


 

O Aeroporto Internacional Humberto Delgado, na cidade de Lisboa, somou 7,4 milhões de passageiros no primeiro quadrimestre (janeiro a abril) deste ano, com um aumento em 23,8% ou 1,43 milhões face ao período homólogo de 2016, que compreendeu aumentos em 48,6% ou 573,6 mil nos passageiros em transferência, viabilizados pelo hub da TAP, e 17,8% ou 857 mil em voos ponto-a-ponto.

Os dados de tráfego do aeroporto da capital portuguesa, a que a agência de notícias de turismo e viagens ‘PressTUR’ teve acesso, evidenciam que o crescimento do tráfego de hub decorre em grande medida do desempenho que estão a revelar as rotas do Brasil, com aumento de passageiros em 19,6% ou 80,6 mil, para 491,5 mil, dos Estados Unidos, em 122,8% ou 125,8 mil, para 228,1 mil, e de alguns países africanos, como Marrocos, com +130,3% ou mais cerca de 50 mil, para 88,3 mil, Angola, com +33,4% ou mais 37,1 mil, para 148,3 mil, Cabo Verde, com +22% ou mais 21,2 mil, para 117,7 mil, Senegal, com +38,8% ou mais 15,1 mil, para 54,2 mil, e Guiné Bissau, com +76,5% ou mais 6,5 mil, para 15,1 mil.

Cálculos realizados pela ‘PressTUR’ mostraram que o Aeroporto de Lisboa teve um aumento de passageiros em voos internacionais no quadrimestre de 23,8% ou 1,23 milhões, para 6,428 milhões, com +22,4% ou mais 1,118 milhões em voos internacionais intra-europeus e +30,6% ou mais 313 mil em voos intercontinentais.

O tráfego doméstico, por sua vez, teve um aumento de passageiros em 24,2% ou 196,6 mil, para 1,01 milhões, +35,4% ou mais 91,3 mil nas ligações ao Porto, para 349,3 mil, +2,8% ou mais 7,4 mil nas ligações à Madeira, para 272,4 mil, +25,7% ou mais 43,5 mil nas ligações a Ponta Delgada, para 212,7 mil, +67,6% ou mais 31,9 mil nas ligações a Faro, para 79,1 mil, e +39,8% ou mais 18 mil nas ligações à Terceira, para 63,3 mil.

Em rotas internacionais intra-europeias, a liderança foi de Madrid, com 441,4 mil passageiros, seguindo-se Paris/Orly, com 392 mil, Londres/Heathrow, com 270,7 mil, Amesterdão, com 247,4 mil, Barcelona, com 243,2 mil, Bruxelas, com 220 mil, Frankfurt, com 219,3 mil, Genebra, com 191,6 mil, Paris Charles de Gaulle, com 182,3 mil, e Munique, com 164,4 mil.

À exceção de Paris/Charles de Gaulle, cujo aumento de passageiros em relação ao primeiro quadrimestre foi em 7,1%,, os outros nove destinos tiveram aumentos a dois dígitos, de 16% para Madrid , de 11,9% para Paris/Orly, de 22,6% para Londres/Heathrow, de 19,5% para Amesterdão, de 31,7% para Barcelona, de 31,2% para Bruxelas, de 27,8% para Frankfurt, de 13,7% para Genebra e de 43% para Munique.

Em valor absoluto, o maior aumento foi na rota de Madrid, com mais 91,3 mil passageiros que no primeiro quadrimestre de 2016, e em segundo lugar esteve Barcelona, com mais 58,5 mi.

As rotas internacionais intra-europeias com maiores aumentos de passageiros foram seguidamente Zurique, com mais 57 mil (+55%, para 160,7 mil), Bruxelas, com mais 52,3 mil, Londres/Heathrow, com mais 49,8 mil, Munique, com mais 49,4 mil, Frankfurt, com mais 47,7 mil, Paris/Orly, com mais 41,6 mil, Amesterdão, com mais 40,3 mil, e Londres/Gatwick, com mais 39,7 mil (+44,7%, para 128,7 mil).

Os dados permitiram verificar que das 40 rotas regulares com maior número de passageiros em Abril, apenas quatro tiveram quebras no quadrimestre, de 19,6% ou menos 19,8 mil no caso do Dubai, para 81,3 mil, de 8,2% ou menos 5,9 mil no caso do Rio de Janeiro, para 66,4 mil, de 6,1% ou menos 3,3 mil no caso de Istambul/Ataturk, para 51,4 mil, e de 2,2% ou menos 1,7 mil no caso de Hamburgo, para 76,2 mil.

Das restantes 36 que tiveram aumentos de passageiros, trinta tiveram aumentos a dois dígitos, incluindo as intercontinentais Luanda, com +33,8% ou mais 37,4 mil, para 148,2 mil, São Paulo, com +39,1% ou mais quase 32 mil, para 113,8 mil, e Casablanca, com +80,2% ou mais 24 mil, para 53,9 mil.

A exceção neste caso foi a rota de Newark, nos EUA, que cresceu apenas a um dígito, tendo um aumento de passageiros em 6,9% ou 4,3 mil, para 67 mil.

 

  • Matéria da autoria da ‘PressTUR’, parceiro editorial do ‘Newsavia’ em Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica