Bem-vindo, !|Sair

TransAsia Airways parou os ATR para dar formação aos pilotos

A recente decisão da TransAsia Airways, de Taiwan/Formosa, suspender os seus voos nos aviões ATR para os respectivos pilotos poderem treinar dão alguma razão aos muitos que desconfiam de que o desastre do passado dia 4 de Fevereiro, em Taipé, resultou de uma falha dos pilotos, ambos mortos no acidente.

Diversos sites especializados em aviação, nomeadamente os respeitados ‘Flightradar’ e ‘Flightglobal’, cujas opiniões se baseiam em pareceres técnicos, levantaram a hipótese dos pilotos da companhia de Taiwan terem formação deficiente e, alguns, até, terem pouca experiência nos aviões em que trabalham.

Naturalmente que não havendo conclusões da comissão de inquérito que investiga o acidente é difícil falar sobre a eventual intervenção dos pilotos. Mas a verdade é que, mesmo a construtora ado avião, do consórcio franco-italiano ATR, num comunicado oficial após o acidente, deu a entender que algo se passava mal, o mesmo acontecendo com o organismo de segurança aérea de França, que ofereceu a sua colaboração para determinar o grau de proficiência dos pilotos que estão ao serviço da TransAsia Airways na sua frota de 12 aviões ATR.

O que se passa é que a companhia teve quatro acidentes fatais com o mesmo tipo de avião, em 20 anos. Os últimos dois, mais graves, ocorridos num espaço de meses que nem chegam a um ano. A autoridade nacional de segurança aérea de Taiwan fez saber que desconfia da formação dos pilotos. Mostrou-se muito surpreendida com este desastre e diz que o ATR72-600 está preparado e certificado para voar, mesmo que numa fase crítica como é a da descolagem, com apenas um motor. Pensa-se que os pilotos se tenham embaraçado no momento da falha e desligado o motor que estava a funcionar bem, já que a aeronave despenhou-se com os dois motores desligados, segundo as primeiras observações de peritos da comissão de inquérito. Outros admitem que se tenham desorientado, pois eram de nacionalidades diferentes: um cidadão de Taiwan, outro neozelandês.

Seja como for a TransAsia Airways seguiu a recomendação da autoridade nacional de segurança aérea de Taiwan, e cancelou hoje 90 voos para dar formação aos seus 71 pilotos. Foi também ordenada uma inspeção rigorosa a todos os aviões ATR que estão ao serviço de companhias de Taiwan, num total de 22 unidades.

No desastre do avião que se despenhou esta semana sobre um rio, na cidade de Taipe, registou-se a destruição total do aparelho e um saldo doloroso de 39 mortos e 4 desaparecidos entre os 58 ocupantes do aparelho.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica