Tripulantes dos aviões incluídos nos grupos prioritários para vacinação no Brasil

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde do Brasil, enviou ofício ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) nesta terça-feira, dia 26 de janeiro, em resposta a uma solicitação do sindicato, em que voltou a confirmar que todos os aeronautas (designação que no Brasil se aplica a todos os tripulantes de aviões comerciais – pilotos e comissários/assistentes de bordo) estarão incluídos como grupo prioritário na atualização do plano nacional de vacinação contra a covid-19.

Esse documento será publicado em breve pelas entidades responsáveis pelo sector governamental da Saúde, não havendo, ainda, mais detalhes sobre a vacinação desse grupo de profissionais.

Para melhor entendimento dos seus associados, o Sindicato Nacional dos Aeronautas divulgou o teor do ofício:

“Considerando a busca mundial pela tecnologia e produção de vacina COVID-19,  em que não há disponibilidade imediata da mesma a toda população, e considerando o quantitativo de doses disponível no Ministério da Saúde para a primeira fase de vacinação contra a covid-19, optou-se pelos seguintes grupos prioritários: pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas; pessoas com deficiência institucionalizadas maiores de 18 anos; população indígena maior de 18 anos vivendo em terras indígenas; e um percentual dos trabalhadores da saúde, em especial os que encontram-se trabalhando diretamente nos ambientes de assistência à covid-19.

Insta informar que Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19 está em vias de atualização, diante disso informamos que os aeronautas estão elencados como grupo prioritário para a vacinação contra a covid-19.  Ressalta-se que é de interesse do PNI e do Ministério da Saúde vacinar toda a população brasileira, a ocorrer de maneira escalonada considerando primeiramente a proteção dos grupos mais vulneráveis e a manutenção dos serviços essenciais.”

Na informação aos seus associados, o SNA acrescenta que, em Informe Técnico publicado no passado dia 18 de janeiro, o Ministério da Saúde também destacou os diversos grupos definidos como alvo prioritário da campanha, entre eles os trabalhadores do transporte aéreo.

O Brasil é o primeiro país de língua oficial portuguesa a incluir os tripulantes de aviões – pilotos e assistentes de bordo – entre os grupos prioritários para a vacinação. Em Portugal, por exemplo, não há ainda qualquer perspectiva, sabendo-se contudo que as prioridades têm sido anunciadas por fases. Neste momento seguem-se na vacinação os políticos e entidades da proteção civil e os eleitos que estão em contacto mais direto com a população, nomeadamente os autarcas. O único grupo profissional que foi privilegiado, tal como tem acontecido em muitos outros países, foram os trabalhadores do sector da Saúde e os bombeiros que lidam com o transporte de doentes.

 

  • A imagem de abertura é de arquivo (2018) e é meramente ilustrativa. Mostra um grupo de tripulantes da companhia brasileira GOL.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Air Macau transformada em sociedade anónima com maioria da Air China

A Air Macau procedeu à alteração dos seus estatutos...

Governo Regional dos Açores alerta para eventual aumento da tarifa especial para residentes

A secretária do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas do Governo...

Nova loja de atendimento corporativo para clientes da TAAG inaugurada no Talatona (Luanda)

No âmbito da sua estratégia de digitalização e no...