Várias aterragens de emergência podem travar Allegiant Air



No papel, a Allegiant Air nunca esteve melhor. Os lucros no final do segundo trimestre subiram 63%, para 54,3 milhões de dólares (49,7 milhões de euros), o que a torna numa das companhias aéreas norte-americanas de maior crescimento.

De acordo com dados federais, o número de pessoas que voaram nos Estados Unidos cresceu 3,2% em Abril, mas o número de passageiros da Allegiant aumentou 13,2%. No entanto, a companhia foi notícia por más razões nos últimos meses. Alguns voos da Allegiant Air tiveram de voltar para trás por causa de problemas de manutenção e está no meio de um contencioso negocial com os pilotos que põem em causa os padrões de segurança da companhia. Nos primeiros três dias de Agosto, dois voos fizeram aterragens de emergência por causa de problemas de motor.

A Allegiant faz parte do segmento das low cost de viagens de negócios que está a crescer muito mais do que as companhias aéreas tradicionais. Procura captar passageiros com tarifas baratas (por exemplo, de Las Vegas para Santa Maria, na Califórnia, por 35 dólares/32 euros) para mais de 100 cidades para onde as outras companhias não voam habitualmente. Mas até os responsáveis da Allegiant são de opinião que o crescimento rápido da companhia precisa de desacelerar. Os recentes problemas da Allegiant levaram a FAA (Federal Aviation Administration) a investigar um “número de incidentes” envolvendo a companhia.
O rápido crescimento levou a companhia sedeada em Las Vegas a comprar mais aviões, contratar e formar mais tripulações de voo e criar operações em mais aeroportos. Mas a companhia tem-se debatido com carências de tripulações que contribuíram para mais atrasos do que o habitual, além de os velhos aviões MD-80 lutarem para voar no Verão quente do Nevada.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica