Bem-vindo, !|Sair

Vídeo impressionante mostra como pode ocorrer um stall em aceleração

Esta recuperação impressionante do piloto Matt Hall, que aconteceu em 2010, em Windsor, na província do Ontário, no Canadá, na sessão de qualificação da Red Bull Air Race, voltou a ser viral, nas redes sociais. Embora o vídeo tenha quase 5 anos, é um exemplo com final feliz de uma situação de ‘stall’ ou estol, em aceleração.

Embora a aeronave esteja com uma velocidade superior à velocidade mínima publicada para a perca de sustentação estas situações, por vezes, ainda surpreendem os pilotos.
Isto porque quando entramos numa curva apertada o avião está a gerar uma sustentação horizontal, bem como uma vertical, para balancear o peso. Assim, na curva, gera-se mais sustentação, e consequentemente voamos com um ângulo de ataque ainda maior, do que o normal. Isto significa que estamos mais próximos do ângulo de ataque critico e podemos perder a sustentação a qualquer momento mesmo a grandes velocidades. Foi o que aconteceu a este piloto, que, felizmente, consegui recuperar.

Como o próprio diz, o seu erro foi olhar para a asa quando fazia a curva, deixando de olhar em frente, perdendo a noção do ângulo de ataque em que colocava o avião enquanto curvava. Nas suas palavras “deixou de voar o avião”

Este é um exemplo extremo, mas serve para mostrar o quanto importante é estarmos atentos à velocidade e ao ângulo de ataque quando voamos no padrão de tráfego, aquando de uma aproximação.

Mais sobre este assunto no NewsAvia – Clique aqui

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica