Volotea iniciou ‘Airbus Shuttle’ que estava a ser feito pela Hi Fly

A companhia espanhola Volotea assumiu nesta segunda-feira, dia 4 de novembro, o serviço de transporte aéreo ‘Airbus Shuttle’ entre as fábricas da construtora aeronáutica europeia em Toulouse (França) e Hamburgo/Finkenwerder (Alemanha). Trata-se de um contrato por cinco anos. Os voos transportam funcionários e convidados da Airbus entre os dois aeroportos. Nos últimos meses estavam a ser feitos, por ajuste direto, pelo Grupo Hi Fly, através da sua filial da ilha de Malta, com aviões Airbus A319, após a falência da Germania, que tinha ganho o contrato anterior.

Duas aeronaves Airbus A319 estão dedicadas ao serviço que tem quatro voos por dia, de segunda a sexta-feira. Para atender a este novo contrato a Volotea montou uma base operacional em Hamburgo/Finkenwerder, com pilotos e pessoal de cabina de nacionalidade alemã.

A Volotea opera aviões Airbus A319 desde março de 2016, contando presentemente com uma frota de 19 unidades deste modelo, num total de 36 aeronaves. As restantes são Boeing 717. Até final de 2022 toda a sua frota deverá ser Airbus.

 

Crescimento assinalável da companhia depois de 2018

A Volotea, a companhia aérea das cidades europeias de médio e pequeno porte, transportou mais de 25 milhões de passageiros desde o seu primeiro voo em 2012, dos quais cerca de 6,6 milhões em 2018.

Em 2019, a Volotea abriu 41 novas rotas para atender uma rede de 319 rotas, operando voos para mais de 80 cidades europeias de médio e pequeno porte em 13 países: França, Itália, Espanha, Alemanha, Grécia, Croácia, República Checa, Portugal, Malta, Áustria, Irlanda, Luxemburgo e Marrocos. A companhia aérea espera transportar entre 7,5 a 8 milhões de passageiros em 2019.

Atualmente, a Volotea tem treze bases: Veneza, Nantes, Bordéus, Palermo, Estrasburgo, Astúrias, Verona, Toulouse, Génova, Bilbau, Marselha e Atenas (as três últimas inauguradas em 2018) e Cagliari, aberta em 30 de maio de 2019.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica