A380 da Emirates e B787 da Scoot colidem no Aeroporto de Singapura – Apenas estragos materiais

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img


 

A asa esquerda de um avião Boeing 787-9 Dreamliner da companhia Scoot, de Singapura, colidiu na madrugada desta quinta-feira, dia 30 de março, pelas o1h40 locais (mais oito horas no horário UTC) com a asa de um Airbus A380 da Emirates, quando circulava [no taxiway] em direção à pista do Aeroporto Internacional de Singapura/Changi para descolar com destino a Tianjin, na República Popular da China (voo TZ188).

Fontes aeroportuárias e das companhias aéreas, cujos aparelhos estiveram envolvidos no incidente, disseram à imprensa que a colisão provocou danos materiais ligeiros e que nenhum dos ocupantes das aeronaves sofreu danos pessoais.

A Scoot programou um novo voo que saiu cerca de cinco horas depois com os passageiros que tiveram de ser desembarcados. O avião, registo 9V-OJE, ao serviço desde meados de 2015, vai para reparação, após verificação por parte dos elementos da comissão de inquérito, entretanto nomeada para tal efeito. A bordo desta aeronave, entretanto retida em Changi, estavam embarcados 303 passageiros e 11 tripulantes.

O avião da Emirates, registo A6-EUB, que chegou à frota da empresa direto da fábrica europeia em junho do ano passado, também ficou retido e será inspecionado. A companhia dos Emirados Árabes Unidos confirmou o incidente e disse que o avião ficou “ligeiramente danificado”. Outro avião A380 foi deslocado para Singapura, de onde saiu com os passageiros, que levam um atraso de 18 horas na sua viagem para o Médio Oriente. O voo EK405 estava em escala no Aeroporto de Singapura/Changi, proveniente de Melbourne, na Austrália, para o Dubai, para onde deveria partir dentro de pouco tempo. Desconhece-se o número de passageiros a bordo.

Fontes aeroportuárias referiram que, na verdade, os estragos resumem-se a algumas amolgadelas e rasgos nas asas. Contudo, alertaram para a necessidade de imobilização dos aparelhos, o que representam custos, além da reparação e ao risco que ambos os aviões correram, caso se registasse derrame de combustível.

Felizmente tudo terminou bem e todos os passageiros já foram encaminhados para os seus destinos.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal retomou rota direta entre a Venezuela e a ilha da Madeira

– Cerimónia oficial e decoração a preceito na zona...

TAP Air Portugal terá 95 voos semanais para o Brasil no mês de julho

Uma delegação da TAP Air Portugal, liderada pelo seu...

Teste de táxi aéreo elétrico pode definir novo tipo de transporte para peregrinos do Hajj, na Arábia Saudita

Num movimento histórico, a Arábia Saudita conduziu com sucesso...