Bem-vindo, !|Sair

Aeroporto da Madeira regista embarque de 26.500 passageiros em quatro dias


 

O Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo registou nos primeiros dias deste ano, como habitualmente nesta época, um movimento pouco comum, nomeadamente nas partidas.

A ilha é famosa internacionalmente pelo espetáculo de fogos de artifício na Passagem do Ano, no privilegiado anfiteatro da cidade do Funchal, capital da Região Autónoma da Madeira, constituída pelas ilhas da Madeira e do Porto Santo, em pleno Atlântico, a cerca de hora e meia do continente europeu, por avião.

Esta Passagem de Ano não foi exceção e o bom tempo que se fez sentir, com temperaturas médias diurnas entre os 17 e 22 graus centígrados, fizeram da Madeira, uma vez mais, um local de eleição para a celebração. Calcula-se que mais de 50.000 turistas de diversas proveniências tenham escolhido a ilha para o reveillon.

Nos primeiros quatro dias de janeiro deverão sair da ilha através do Aeroporto da ilha de Madeira mais de 26.500 passageiros em voos nacionais e internacionais.

O dia de maior movimento foi a terça-feira, dia 2 de janeiro, com 10.430 passageiros embarcados, seguido do dia anterior, com 7.250 passageiros.

Nesses dois dias de maior movimento a TAP Air Portugal realizou entre os aeroportos da Madeira e de Lisboa quatro voos com aviões Airbus A330-200, de maior capacidade que ajudaram numa maior fluidez do tráfego que se juntou nesses dias. Aliás, já por mais de uma vez que empresários e entidades relacionadas com o sector turístico e hoteleiro da Madeira, apontaram à TAP a necessidade de colocar aviões com maior capacidade nas rotas da ilha, em vez das habituais aeronaves da gama Airbus A320. A lotação do A330 soma dois voos dos normais e a sua utilização na ilha permitiria um maior descongestionamento aeroportuário nos dias de maior movimento, além de eventual poupança de meios, uma questão que nunca foi explicada ou revelada.

Contudo, a TAP tem negado essa solução, por questões de operacionalidade da sua frota e tripulações e, sobretudo, pelo facto da sua atual frota de aviões de longo ser muito curta e estar totalmente comprometida com as ligações intercontinentais da companhia. Nos últimos meses, contudo, algo tem mudado, e nomeadamente nalgumas rotas europeias e para a ilha Terceira (Açores), a TAP tem aproveitado o facto de alguns aviões ficarem estacionados durante a manhã no Aeroporto de Lisboa, para ligações pontuais em voos que não ultrapassam uma rotação total de entre cinco a sete horas.

Segundo conseguimos saber, junto da TAP, de agentes de viagens e de passageiros, os voos em A330-200 decorreram muito bem. A pista de aterragem da Madeira tem condições para receber aviões até à dimensão do Boeing 747-400 e, durante o ano, companhias aéreas europeias, que transportam turistas para a ilha, têm utilizado aeronaves A330-200. Aliás um dos voos da TAP entre Portugal e a Venezuela, durante vários anos foi feito com escala na Madeira, utilizando precisamente equipamento A330-200. Neste momento, e dadas as condições específicas em que essas ligações estão a ser feitas, a escala na Madeira está suspensa.

Aeroporto da Madeira ultrapassou os 3,2 milhões de passageiros em 2017

O Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo, tal como todos os principais aeroportos portugueses da rede concessionada à ANA/Vinci Airports, teve um crescimento de tráfego notável nos últimos meses. No conjunto dos 12 meses de 2017 a Madeira movimentou 3,202 milhões de passageiros, um recorde desde a sua abertura em julho de 1964, então com uma pista de aterragem com 1.600 metros de extensão. Passou por várias ampliações e melhoramentos. Desde 15 de setembro de 2000 que a pista tem 2.781 metros, grande parte suspensa sobre o mar com uma estrutura de 180 pilares.

 

  • Fotos © Luís Dória Santos

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica