Aeroporto de Lisboa poderá recusar voos em 2023, admite ministro da tutela

O ministro das Infraestruturas e da Habitação disse nesta terça-feira, dia 14 de junho, que o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, poderá ter de recusar voos no próximo ano, com a recuperação do turismo, apelando a um consenso alargado sobre a construção do novo aeroporto.

“Este ano, recusar voos ainda não. No próximo ano muito provavelmente atingiremos, esperamos nós, o melhor ano de sempre, que foi antes da pandemia, e aí começaremos novamente a ter problemas de recusa de voos”, disse o ministro Pedro Nuno Santos, em declarações aos jornalistas em Lisboa, à margem de uma cerimónia oficial.

Pedro Nuno Santos, que indicou que “nos próximos dias” o Governo dará “mais informação sobre o aeroporto”, admitiu que as perturbações esperadas para o próximo ano serão agravadas, uma vez que já se sentem desde o mês de maio problemas “de circulação, de fluidez e tempos de espera”.

“Temos um problema que é estrutural, com um aeroporto que está esgotado e que precisa de uma resposta”, defendeu mais uma vez, considerando ser necessário que o país seja capaz de conseguir um consenso alargado para a sua concretização, de forma a assegurar que cada vez que muda um governo ou um ministro “não andamos para trás”.

Para Pedro Nuno Santos, “é importante trabalharmos nesse consenso, numa boa solução”.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica