Aeroporto de Macau prevê acolher 3,8 milhões de passageiros em 2021

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Aeroporto Internacional de Macau prevê receber 3,8 milhões de passageiros em 2021, 40% dos registados em 2019, admitindo que os valores projetados dependem da evolução da pandemia, anunciaram os responsáveis pela infraestrutura aeroportuária da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), território da República Popular da China, que tem o português como língua oficial.

Devido ao impacto da pandemia, o fluxo de passageiro entre janeiro e 17 de novembro foi de 1,06 milhões, uma redução significativa em comparação com os mais de oito milhões de passageiros no mesmo período de 2019, disse na semana passada o diretor de marketing da Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau (CAM).

Eric Hio Kin Fong acrescentou que o número de passageiros em novembro registou um aumentou de 20% em relação a outubro.

Numa visita às instalações do aeroporto, durante a qual foram apresentadas aos jornalistas as medidas de prevenção da pandemia de covid-19 em vigor, o responsável indicou que o aeroporto já está a promover Macau como “uma cidade segura e de baixo risco” em diferentes meios e plataformas.

Em relação ao número de turistas para 2021, a empresa gestora do aeroporto espera que se mantenha uma tendência de aumento progressivo, num momento em que o aeroporto regista entre mil a dois mil passageiros por dia em 30 voos diários, afirmou.

Apenas três companhias aéreas estão neste momento a voar para a RAEM. A Air Macau, que tem sede e base operacional no território, a Eva Air e a Starlux Airlines, estas ambas registadas em Taiwan/Formosa.

O responsável da CAM adiantou que, de momento, são efetuadas ligações para 16 cidades chinesas e para Taiwan/Formosa.

Eric Hio Kin Fong adiantou que a CAM está a negociar com outras transportadoras um aumento do número de rotas para locais com baixo risco de incidência da covid-19.

O alargamento de novas rotas está, contudo, dependente das medidas fronteiriças de cada local, frisou. Fong indicou que o número de turistas da China é superior ao número de residentes de Macau que estão a viajar, esperando que este último número aumente durante o período de Natal.

 

  • Na imagem de abertura vemos um Airbus A321neo da Starlux Airlines, uma nova companhia de Taiwan, que começou a voar neste ano para o Aeroporto Internacional de Macau. Foto © Zhou Qiming/Planespotters.net 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TICV recebe Bombardier Dash 8 Q300 para repor ligações interilhas em Cabo Verde

A companhia TICV – Transportes Interilhas de Cabo Verde...

GOL programa início dos voos entre Brasília e Bogotá (Colômbia) para 27 de outubro

A companhia brasileira GOL Linhas Aéreas vai ampliar as...