Aeroporto Santa Genoveva (Goiás) terá o dobro da capacidade

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Vila Galé - NewsAvia _ Março

 

O Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, capital do Estado de Goiás, na região centro-oeste do Brasil, terá a sua capacidade dobrada após a finalização das obras, que recomeçaram nesta segunda-feira, dia 6 de Abril. A capacidade será ampliada para 6,3 milhões de passageiros por ano, quase o dobro da capacidade atual, que é de 3,5 milhões. Os trabalhos incluem serviços de engenharia da infraestrutura e redes externas de pista de circulação, vias de serviço internas, acesso viário, pátio de estacionamento de aeronaves, estacionamento de automóveis e sistemas de controle de acesso.

O ministro da Aviação, Eliseu Padilha, ao lado do presidente da Infraero, Gustavo do Vale, acompanhou a reinício das obras e garantiu a conclusão dos trabalhos até o fim do ano. “A obra que nós vamos começar hoje terá condições de operar em Novembro. O contrato prevê doze meses, mas a operação acontece ainda antes da chuva. Isso é que é mais importante”, afirmou. “Quando a obra terminar em Novembro, nós vamos iniciar estudos, já contratados, para termos autonomia até 2025. Goiânia vai ter aeroporto garantido, com esse gesto, até 2025 sem nenhum problema”, garantiu Padilha.

 

Novo terminal estará pronto em Novembro deste ano

O presidente da Infraero, Gustavo do Vale, também garantiu a previsão de início das operações do novo terminal. “Temos certeza que o cronograma será cumprido para que até Novembro tenhamos todo o complexo pronto”, completou o presidente da estatal.

Com as novas obras, o aeroporto de Goiânia terá um novo sistema de pistas de circulação de aeronaves, com sete faixas que farão a ligação da atual pista de pousos e decolagens com o novo pátio de aeronaves, que terá área total de 37,5 mil m², com onze posições para aeronaves comerciais regulares, sendo quatro em pontes de embarque. O novo estacionamento de veículos, por sua vez, terá 959 vagas, com acessos pela BR-153 e pela avenida Vera Cruz.

Os passageiros também terão à disposição um mix comercial que reunirá cerca de 60 pontos, entre lojas de roupas, acessórios, alimentação, serviços, drogaria, locadora de veículos, caixas eletrónicos, casa de câmbio, agências de turismo e dos Correios, além de uma praça de alimentação de 2,3 mil m², com 130 mesas.

 

A execução será feita pelo Consorcio Odebrecht – Via Engenharia, com término das obras de infraestrutura previsto para 30 de Novembro deste ano e dos demais serviços para 4 de Abril de 2016, quando será encerrado o contrato, cujo valor é de 211,5 milhões de reais, com data-base de Janeiro de 2013.

 

As obras de construção do novo terminal de passageiros do aeroporto de Goiânia foram paralisadas em Abril de 2007 em virtude de apontamento de sobrepreço por parte do Tribunal de Contas da União (TCU). À época, atendendo ao pedido do próprio TCU, a Infraero tentou repactuar o valor com o consórcio responsável pelos trabalhos, sem sucesso.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Ryanair subiu número de passageiros e de receitas no último ano fiscal

O grupo europeu de companhias aéreas de baixo custo...

Helicóptero com o presidente do Irão caiu no noroeste do País e ainda não foi encontrado

O Governo da República Islâmica do Irão esteve reunido...

Ambientalistas da ‘Zero’ consideram que aumento da capacidade do aeroporto é risco grave para Lisboa

A associação ambientalista ‘Zero’ considera que o aumento da...