Aeroportos portugueses com menos 74% de passageiros em outubro

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O número de passageiros nos aeroportos portugueses caiu 74,1% em outubro deste ano relativamente a 2019, acentuando a descida verificada em setembro (69,0%), divulgou nesta sexta-feira, dia 18 de dezembro, em Lisboa, o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“Em outubro de 2020, nos aeroportos nacionais registou-se o movimento de 1,4 milhões de passageiros, representando um decréscimo de 74,1%, (-69,0% em setembro)”, pode ler-se nas estatísticas rápidas do transporte aéreo.

De acordo com o instituto, em outubro “aterraram nos aeroportos nacionais 9,7 mil aeronaves em voos comerciais, o que representa uma variação homóloga de -51,9% (-50,2% em setembro e -46,4% em agosto)”.

O INE adianta ainda que o movimento de carga e correio nos aeroportos nacionais “totalizou 14,2 mil toneladas, correspondendo a uma diminuição de 28,1% (-29,8% em setembro e -39,0% em agosto)”.

“Analisando o número de aeronaves aterradas e o número de passageiros desembarcados diariamente entre janeiro e outubro de 2020, e comparando com o período homólogo, é visível o impacto da pandemia covid-19 e das medidas adotadas ao nível do espaço aéreo a partir do início da segunda quinzena do mês de março”, de acordo com o instituto de estatística.

Segundo o INE, apesar de uma subida nos meses de julho e agosto, “em setembro verificou-se uma inversão da tendência e em outubro registou-se um novo agravamento, com reduções diárias superiores a 45% no número de aeronaves aterradas e a 65% no número de passageiros desembarcados”.

No total do ano até agora conhecido, desde janeiro a outubro, “aterraram nos aeroportos nacionais 87,4 mil aeronaves em voos comerciais (-55,5% face ao mesmo período homólogo) e foram movimentados 16,7 milhões de passageiros (-68,0%)”.

“O aeroporto de Lisboa movimentou 50,3% do total de passageiros (8,4 milhões) e registou um decréscimo de 68,5%”, observa o INE, e entre os três aeroportos com mais passageiros, “o aeroporto do Faro foi o que evidenciou maior decréscimo do número de passageiros movimentados entre janeiro e outubro de 2020 (-75,2%)”.

O INE aponta ainda que, desde o início do ano, “França foi o principal país de origem e de destino dos voos”, com o Reino Unido em segundo lugar, evidenciando “a maior redução do número de passageiros desembarcados e embarcados face ao período homólogo (-74,9% e -74,1%, respetivamente)”.

Os restantes três países com mais voos de origem e destino em Portugal foram Alemanha, Espanha e Suíça.

“No período de janeiro a outubro de 2020, registou-se uma diminuição de 31,4% no movimento de carga e correio nos aeroportos nacionais, atingindo 117,7 mil toneladas”, regista o INE.

Em termos de aeroportos, “o movimento de mercadorias no aeroporto de Lisboa representou 65,1% do total, atingindo 76,6 mil toneladas (-38,9% face ao período homólogo)”.

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...

Qatar Airways reforça Luanda que terá quatro voos semanais e alarga rede para Kinshasa

A Qatar Airways prossegue a expansão da sua rede...